Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Viver Quissamã: Bióloga percorre 54km de bike e conhece pontos turísticos e ambientais

O município de Quissamã foi escolhido pela bióloga, condutora ambiental e Youtuber, Beth Franco, para a conclusão da III Jornada do Circuito Biodiversidade Regional Costa do Sol, um projeto pessoal e que pode ser conferido em plataformas digitais. A bordo de uma bike, entre os dias 17 e 20 de janeiro, Beth percorreu diversos pontos turísticos culturais e ecológicos do município em uma rota de 54 quilômetros. Fez observação de pássaros e conheceu a Fazenda Machadinha.
– Dentro do Programa Viver Quissamã, gradativamente o Município está fomentando o turismo em rede, além de fortalecer as suas vocações naturais, culturais e gastronômicas para também receber bem os visitantes. Isso gera emprego e renda para a nossa população, além de colocar o nome da nossa cidade nos principais roteiros turísticos – frisou o subsecretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, José Borba.
A rota da bióloga começou em São Pedro da Aldeia. Ela percorreu vários municípios com paradas em Rio das Ostras, Carapebus, até chegar em Quissamã, onde ficou por três noites.
A turismóloga da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Danielle Feyo, explica que o primeiro contato com Beth Franco ocorreu, em setembro do ano passado, durante o 2º Fórum Regional do Turismo Fluminense, Edição Costa do Sol, realizado em Macaé. No estande montado do “Viver Quissamã”, organizado pela Prefeitura, foram exibidas as potencialidades da culinária; artesanato; passeios ecológicos, como o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba; e o patrimônio cultural.
– Essa é a proposta do nosso projeto “Viver Quissamã”, fazer com que as pessoas vivenciem a nossa história, cultura, fauna e flora. O município tem grande potencial. Hospedada no Sítio Agroecológico, a Beth Franco observou 56 espécies de pássaros na Aroeira. Segundo a plataforma Observadores de Aves há 94 espécies catalogadas no país. A vivência da Beth nos traz um feedback muito importante, é uma amostra do que a cidade pode trabalhar pra incrementar essa experiência do visitante. Quanto mais pessoas envolvidas na rede do turismo, conseguimos ampliar a experiência daquele que visita Quissamã – frisou a turismóloga.
Incentivada pelo turismo em rede, Beth Franco ficou hospedada no Sitio Agroecológico São Geraldo; e com a Jurubatiba Turismo conheceu as praias do Visgueiro e de João Francisco, o Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba, o processo de envazamento da água de coco ’’Vem do Verde’’, fez observação de aves e do conheceu os patrimônios históricos.
– Durante três anos, foram três jornadas. Pretendo relatar em um livro tudo o que foi observado e registrado pelas cidades por onde passei. É uma forma de incentivar pesquisas e também o ecoturismo e o cicloturismo – disse a bióloga, que também é professora, e tem o canal no YouTube, Biologia com a Professora Beth.

Galeria de Fotos