Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Dados Gerais

População

Gentílico: Quissamaense
População estimada [2017] 23.535 pessoas
População no último censo [2010] 20.242 pessoas
Densidade demográfica [2010] 28,40 hab/km²

População

Gentílico: Quissamaense
População estimada [2017] 23.535 pessoas
População no último censo [2010] 20.242 pessoas
Densidade demográfica [2010] 28,40 hab/km²

Feriados Municipais

17 de fevereiro de 2022 - Nossa Senhora do Desterro
12 de junho de 2022 - Emacipação de Quissamã    

Clima

Clima: sub-úmido seco
Temperatura média mensal é superior a 18 ℃.

Território e Ambiente

Área da unidade territorial 719,643 km²    

Economia

PIB per capita: 106.455,30

Educação

Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 10 de 92.Isso posicionava o município na posição 21 de 92 dentre as cidades do estado e na posição 1288 de 5570 dentre as cidades do Brasil. Taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 98.5%

Trabalho e Renda

A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 16.9%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 11 de 92 e 53 de 92, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 37.9% da população nessas condições, o que o colocava na posição 14 de 92 dentre as cidades do estado.

Brasão e Bandeira

Hino municipal

Na imensidão desta terra altaneira,
Surge uma flor de singelo candor,
Sua beleza morena e brejeira,
Os nossos campos inunda de cor.

Ó Quissamã , terra boa e amiga,
Que a mão de Deus generosa ornou,
Tesouro aberto ao céu que abriga,
Banhada no azul deste mar que a embalou.

Em sua história assim revelada,
Que Maldonado em anais registrou,
A Freguesia em Viala elevada,
À Virgem do Destêrro dedicou.

De povo simples, fiel desta terra,
De tradições de beleza sem par,
Relicário qie a história encerra,
Motivo e encanto deste meu cantar.

Ó Quissamã, terra boa e amiga,
Que a mão de Deus generosa ornou,
Tesouro aberto ao céu que abriga,
Banhada no azul deste mar que a embalou.

Dourada ao sol que suas praias bronzeia
Beleza agreste, restinga em flor,
É Quissamã, terra que encandeia,
Berço de sonhos, deleites do amor.
É Quissamã essa flor pura e bela,
Que brota ao sol, em solo tão gentil,
Com galhardia o povo desta terra,
Sua glória canta aos rincões do Brasil.

Ó Quissamã, terra boa e amiga,
Que a mão de Deus generosa ornou,
Tesouro aberto ao céu que abriga,
Banhada no azul deste mar que a embalou.