Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Vigilância mantém ações de combate ao Aedes aegypt.

Para manter sob controle o combate ao mosquito Aedes aegypt, a equipe da Vigilância Ambiental continua a desenvolver campanhas de esclarecimento à população, com visitas domiciliares e postos nas praças das localidades. Como o mosquito é vetor das doenças Dengue, Zica ou Chikungunya, a verificação de possíveis criadouros deve se manter permanente, garantindo a saúde dos moradores.
Segundo o coordenador da Vigilância Ambiental, Leonardo Chagas, o objetivo do trabalho é dar continuidade às ações de combate ao mosquito de maneira que não se efetue esse trabalho somente nos momentos críticos durante o verão, mas que seja desenvolvido durante todo o ano. “É preciso perceber a importância de sua participação, porque não adianta só combater no momento crítico, mas manter essa população de mosquito sob controle. Se é feito só durante o verão, quando é possível ver casos de doença na mídia, isso é como apagar incêndio, que não é o nosso objetivo”.
As equipes serão concentradas nas praças, com um ponto de apoio – formada pelos guardas de endemia, agentes de saneamento e equipe da Vigilância – e distribuição de informativos. Os participantes vão desenvolver o trabalho nas ruas, visitando cada unidade residencial e comercial.
As datas das ações, que acontecerão das 9h às 11h, serão: Matias, quarta-feira (10); Piteiras, quinta-feira (11); Caxias, sexta-feira (12). E, como forma de manter as residências livres do mosquito, todos podem colaborar mantendo caixas dáguas, tonéis, galões, poços e barris bem vedados; calhas limpas; pneus sem água e em lugares cobertos; ralos limpos e com telas; bandejas de geladeira e de ar condicionado limpas e sem água; pratos de vasos de plantas com areia até a borda; vasos sanitários, sem uso constante, fechados; baldes e garrafas virados com a boca para baixo; lixo e materiais descartáveis dentro de saco plástico bem vedados; piscinas e fontes sempre tratadas.

Galeria de Fotos