Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Vacinação contra Influenza começa no município

A secretaria de Saúde de Quissamã iniciou nessa segunda-feira (17) a campanha de vacinação contra a gripe Influenza, que vai até o dia 26 de maio, acompanhando o calendário nacional. As vacinas estão disponíveis nas Unidades de Saúde da Família (USFs), de 8 h às 16 h.
Segundo a coordenadora de Imunização do município, Natália Vilaça, o Dia D será realizado em 13 de maio (sábado) e tem público prioritário definido pelo Ministério da Saúde, que inclui crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas; trabalhadores da Saúde; idosos a partir de 60 anos; portadores de doenças crônicas (com solicitação médica) e professores da rede pública e privada (com comprovante do cargo).
“O principal objetivo da campanha é reduzir as hospitalizações, complicações e a ocorrência de mortes relacionadas à Influenza. Nossa meta é vacinar 5 mil pessoas do grupo prioritário. Aproveitaremos a oportunidade para vacinar adolescentes, do sexo masculino, na faixa etária de 12 a 13 anos de idade, contra HPV. Vacinaremos, também, adolescentes do sexo masculino e feminino, na faixa etária de 12 e 13 anos, contra Meningocócica C”, esclareceu Natália.
O H1N1 é um subtipo do vírus influenza A e o contágio se dá pelo contato com microgotículas de secreções respiratórias, partículas de saliva, tosse ou espirro de pessoas contaminadas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), também é possível a transmissão pelo contato com superfícies contaminadas – como objetos de uso pessoal, louças, talheres etc.
Os sintomas são semelhantes aos da gripe comum, mas com alguns detalhes específicos, como febre repentina e alta (acima de 38°C), dor de garganta, dor de cabeça, dores musculares, dores nas articulações, coriza e falta de apetite. Sintomas respiratórios, como tosse, também são percebidos. Dependendo do caso, o paciente pode ter ainda diarreia e vômitos. Os adultos podem transmitir a doença por um período de sete dias após o aparecimento dos sintomas. Nas crianças contaminadas, este período vai de dois dias antes até 14 dias após aparecerem os sintomas. A principal contraindicação à vacinação contra a gripe é para quem tem alergia ao ovo. Indivíduos com doenças febris agudas não devem tomar a vacina até estarem completamente recuperados.

Galeria de Fotos