Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

USF do Mathias recebe atividades educativas sobre alimentação cardioprotetora

A Unidade de Saúde da Família – USF do Mathias realizou na tarde de quarta-feira (19), atividade educativa baseada no livro Alimentação Cardioprotetora, do Ministério da Saúde, que explica tanto sobre a importância da alimentação para a saúde do coração, quanto sobre a prevenção de várias doenças.
A nutricionista Viviane Soares falou sobre a alimentação Cardioprotetora Brasileira, também chamada de “Dica Br”.
– Ela foi elaborada com base em alimentos tipicamente brasileiros, para proteger a saúde do coração e está em sintonia com as recomendações do guia alimentar, incluindo em suas orientações, apenas alimentos in natura, minimamente processados e processados – explicou a especialista.
Viviane ressaltou ainda que indivíduos com algum risco cardiovascular precisam receber orientações específicas no manejo da alimentação. A “Dica Br” é simbolizada pela bandeira do Brasil e dividida em grupos alimentares de acordo com as suas cores: verde, amarelo e azul.
A maior área é representada pela cor verde, seguida do amarelo e azul. Assim, o consumo dos grupos alimentares devem acatar a mesma lógica das cores do pavilhão brasileiro. O grupo verde é composto por alimentos cardioprotetores, ou seja, que devem ser consumidos em maior quantidade e que contêm substâncias que protegem o coração, como frutas, verduras, legumes, feijões, entre outros.
Já os alimentos do grupo amarelo, devem ser consumidos com moderação: pães, arroz branco, macarrão, farinha de mandioca, tubérculos. O azul precisa ser consumido em menor quantidade, pois contém alimentos que são fontes de gordura saturada: sal e colesterol, entre eles as carnes, queijos, ovos, manteiga e doces caseiros.
Fugindo das cores da bandeira do Brasil, existe o grupo vermelho, que não é recomendado para uma alimentação saudável. Assim, o ideal é evitá-lo. Ele é composto por alimentos ultraprocessados: embutidos, refrigerantes, suco em pó, macarrão instantâneo, etc.
A nutricionista convidou os pacientes para participarem de uma dinâmica. “Vocês devem montar um prato da maneira correta para preservar a saúde do coração e isso significa que o melhor é desembalar menos e descascar mais. Os participantes adoram aprender brincando. Comam mais alimentos in natura e evitem ao máximo os industrializados”, finalizou Viviane Soares.

Galeria de Fotos