Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Sobradinho forma alunos da oficina de música, com noite de apresentações

O Centro Cultural Sobradinho, em Quissamã encerrou na noite desta sexta-feira (15), mais uma oficina, desta vez, de música. As crianças e adultos que participaram de cursos de percussão, flauta, flauta doce, coral e violão, realizados este ano fizeram uma apresentação para os pais, autoridades e convidados. A prefeita Fátima Pacheco participou da formatura, com o secretário de Governo, Marcinho Pessanha, e demais autoridades.
A oficina de flauta, com o professor Hugo Curvello apresentou as músicas Jingle Bell, A chuvinha cai, Dança medieval, Branle dês Lavandireres e Leãozinho; a oficina de Canto (Coro Infantil) com os professores Iara Paula, Joel Bezerra e Júnior executaram João e Maria (Chico Buarque de Holanda), Trevo (Ana vitória), Foi Deus que fez você (Amelinha), História de uma gata (Os Saltimbancos), Banho de Lua (Celly Campello) e Edelweiss (A Noviça Rebelde) com o coro de adultos; a oficina de canto (Coro Adulto) Sons e Acordes fez um Tributo a Tom Jobim, com os professores Iara Paula, Joel Bezerra e Júnior e apresentou às músicas Eu não existo sem você (Tom e Vinicius de Moraes), Eu sei que vou te amar (Vinicius), Garota de Ipanema (Tom e Vinicius), A correnteza (Tom e Luiz Bonfá), Vivo sonhando, Se todos fossem iguais a você (Tom e Vinicius) e Água de beber (Tom e Vinicius). A oficina de violão, com os professores Gilmar e Hudson, encerrou a noite e também fez um Tributo a Tom Jobim. Os alunos tocaram Wave (Tom e Vinicius), Samba de avião, Chega de saudade, Corcovado, Trem de ferro e Samba de uma nota só.
A coordenadora do Centro Cultural, Maria do Carmo Barcelos destacou o empenho de alunos e professores, para formar novas turmas ligadas à música. “Que possamos renovar a parceria com os nossos alunos e suas famílias, mantendo o nosso objetivo de trabalhar com os talentos que aqui aparecerem”, disse.
Já o coordenador de Cultura e Lazer, Oscar Luis Chagas avaliou o trabalho desenvolvido com a população de Quissamã, e adiantou que a iniciativa será repetida em 2018. “Foi um ano de muito trabalho, muito bom e que conseguimos vencer as dificuldades. Formamos vários talentos da nossa terra, e os professores lapidaram as descobertas. A nossa intenção é de manter as oficinas no próximo ano, com novos talentos”, finalizou

Galeria de Fotos