Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Secretaria de Educação promove roda de conversa sobre depressão

Nesta terça-feira (21), a Secretaria de Educação promoveu uma roda de conversa com o tema: “Como a depressão afeta o seu cérebro”, em função do “Setembro Amarelo”, mês de prevenção ao suicídio. Na ocasião, a professora Fernanda Neves, lançou o livro “Coisa da sua cabeça?”. O evento aconteceu no auditório do anfiteatro e foi transmitido no Facebook da Prefeitura de Quissamã.
Participaram da conversa: Joelma Passos, Coordenadora Pedagógica da rede municipal de ensino; Fabiana Marins, psicóloga e a Fernanda Neves, professora, escritora e doutora em Ciência Farmacêutica. Elas falaram sobre o olhar carinhoso que os profissionais precisam ter com os alunos, os responsáveis, os colaboradores e todos que necessitam de atenção nesse momento de retomada fãs aulas presenciais.
Segundo a secretária de Educação, Helena Lima, o evento é mais uma ação do Plano de Retorno às Atividades Presenciais das Escolas Públicas Municipais, que traz orientações gerais nos campos da biossegurança, pedagógico e as competências socioemocionais que se encaixam no conjunto de habilidades desenvolvidas para lidar com as emoções durante os desafios cotidianos.
“A gente precisa manter o distanciamento físico, mas não temos como abrir mão da aproximação emocional que será com um olhe acolhedor, atento a cada sinal que as crianças, adolescentes e jovens nos apontarão no decorrer dos dias”, feisou Joelma.
A depressão é um transtorno mental que afeta uma grande parte da população mundial, principalmente nesse momento de pandemia e caracteriza-se por sentimentos constantes de tristeza profunda, apatia, perda de interesse em atividades antes prazerosas por um período considerável de tempo, no mínimo duas semanas.
“Aproveitamos a oportunidade para que a farmacêutica Fernanda pudesse lançar o livro que fala sobre a depressão. Nesse momento pandêmico do Covid-19, o assunto precisa ser debatido já que o tema está muito presente na nossa vida por conta das perdas diretas e indiretas que todos tiveram por conta do vírus”, declarou Helena.
Os sintomas de depressão podem se apresentar da seguinte forma: apatia, perda de interesse por atividades que antes davam prazer, problemas de concentração e memória, baixa autoestima, sentimento de culpa, irritabilidade, ansiedade, pensamentos de morte ou suicídio, alterações no sono, no apetite, entre outros. De modo geral, a depressão é caracterizada quando dois ou mais desses sintomas persistem, acendendo um alerta para a busca imediata de ajuda.
“O meu livro vai sensibilizar o leitor para a saúde mental. Somos o segundo país na América Latina em números de casos e só conseguiremos ajudar ao próximo, debatendo sobre o assunto que ainda é tabu. O tema do Setembro Amarelo desse ano é “Agir para salvar vidas”, ou seja, você pode preservar uma vivência, tendo um olhar atento para o outro, se colocando no lugar dele, acalentando com uma palavra, ouvindo com atenção, incentivando-o a procurar ajuda profissional”, enfatizou a psicóloga e escritora Fernanda Neves.

Galeria de Fotos