Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Saúde realiza capacitação para profissionais das USFs sobre os 12 passos da alimentação para menores de dois anos

A Secretaria de Saúde de Quissamã, por meio da Área Técnica de Alimentação e Nutrição, realizou na última quarta (28) e quinta-feira (29), capacitação para os profissionais da Saúde, nas USF’s – Unidades de Saúde da Família de Barra do Furado, Matias, e Carmo. Os 12 passos da alimentação para menores de dois anos, foi o tema abordado.

O Guia Alimentar para Crianças Brasileiras Menores de dois anos, é um documento com as recomendações e orientações alimentares direcionadas ao público infantil. Sabe-se que a alimentação tem papel fundamental em todas as etapas da vida, principalmente nos dois primeiros anos, sendo decisiva para o bom crescimento e desenvolvimento infantil, além da prevenção de doenças.

Segundo a nutricionista Bruna Manhães, profissional que ministrou a capacitação, o leite materno é essencial para a nutrição e proteção da criança nos primeiros anos de vida. Recomenda-se que seja exclusivo até o 6º mês, mas a oferta dos alimentos complementares deve ser iniciada a partir disso. A qualidade dos alimentos ofertados nesta fase deve ser levada em consideração e ser in natura.

A publicidade dos alimentos infantis influencia diretamente na aceitação da criança. Assim, recomenda-se que ela não seja exposta a este tipo de propaganda, pois ainda não tem a capacidade de discernimento. Segundo o Ministério da Saúde, a criança precisa ser protegida ao máximo desta exposição e menores de dois anos não devem utilizar televisão, celular, computador e tablet.

Para a nutricionista Viviane Soares, quando a equipe é orientada, ela fica mais confiante para multiplicar as informações. “Tanto na USF do Mathias, quando na do Carmo, falei sobre os 12 passos da alimentação adequada para menores de dois anos de idade, de acordo com a determinação do Ministério da Saúde”, explicou Viviane.

Galeria de Fotos