Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Saúde realiza ação pelo Dia Nacional de Prevenção e Combate a Hipertensão Arterial

Em comemoração ao Dia Nacional de Prevenção e Combate a Hipertensão Arterial, ocorrido na segunda-feira (26), a Prefeitura de Quissamã, por meio da Secretaria de Saúde, realizou na manhã desta terça-feira (27) uma ação de conscientização e abordagem sobre hipertensão arterial e doenças da cavidade oral, no Centro de Especialidades Benedito Pinto das Chagas. A atividade foi destinada aos pacientes que aguardavam atendimento médico, respeitando as medidas de saúde de prevenção à Covid-19.
A programação contou com aferição da pressão, panfletagem sobre a hipertensão arterial e higiene bucal, distribuição de mudas de plantas medicinais (do Programa Municipal Farmácia Viva), pertinentes a prevenção da hipertensão arterial e promoção da saúde, entre elas salsinha, cebolinha, capim-limão, colônia, açafrão, erva-cidreira e cavalinha,
As atividades foram realizadas pela Coordenadora do Programa Hiperdia, Camille Ramos e pela dentista Sanny Albertini. “Na parte odontológica, fizemos uma abordagem sobre a importância da prevenção de doenças da cavidade oral, o câncer de boca a fim de alertar dos cuidados da higiene bucal”, disse a dentista.
Já a coordenadora do Hiperdia, Camille Ramos, pontuou sobre o que é a hipertensão arterial, quais os principais sintomas, situações que favorecem o desenvolvimento da doença e como os hábitos simples com a escolha de alimentos saudáveis aliada a prática de exercício físico pode ajudar na prevenção da doença.
“Vale lembrar que a hipertensão é uma doença silenciosa e que acomete grande parte da população. A hipertensão arterial sistêmica (HAS) é uma doença crônica prevalente e tem forte relação com a doença cardiovascular, sendo a principal causa de morte no Brasil e no mundo. Dados apontam que no Brasil morrem cerca de 350 mil pessoas em consequência de doenças cardiovasculares e a maioria tem como uma das causas a HAS, que é responsável por 80% dos casos de acidente vascular cerebral (AVC) e também se mostra agravante em quadro de infarto, aneurisma arterial e até insuficiência renal”, explicou.
A hipertensão ocorre quando a pressão do sangue causada pela força de contração do coração e das paredes das artérias para impulsionar o sangue para todo o corpo acontece de forma intensa, sendo capaz de provocar danos na sua estrutura. Entre os principais sintomas estão tontura, falta de ar, palpitações, dor de cabeça frequente e alteração na visão podem ser sinais de alerta para alteração na função de bombeamento do sangue.
Já algumas das principais causas são obesidade, histórico familiar, estresse e envelhecimento, consumo exagerado de sal, associados a hábitos alimentares não adequados também colaboram para o surgimento da hipertensão.
Segundo dados de 2019 do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do Ministério da Saúde, a estimativa é que cerca de 25% da população brasileira adulta seja hipertensa.

Galeria de Fotos