Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Saúde abre Conferência Municipal no auditório do IFF

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco participou da abertura da 12ª Conferência Municipal de Saúde, no início da noite de ontem (29), no auditório do Instituto Federal Fluminense (IFF). O evento que este ano tem como tema central “Saúde da Família e Vigilâncias em Saúde: construindo redes para o cuidado integral” termina nesta sexta (30), com uma série de atividades programadas durante toda a manhã com os grupos de trabalho, discussão dos temas apresentados e plenária final. Participaram ainda da mesa principal, o representante da Câmara, vereador José Borba; o secretário municipal de Saúde, Linaldo Lyra e o secretário do Conselho Municipal de Saúde, Marciano da Boa Morte.
Em seu pronunciamento, Fátima destacou que desde o início do seu governo tem dialogado com os profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros e agentes, ouvindo sugestões para melhorar a qualidade dos serviços prestados.
– A saúde não é só consultas e exames. Temos que otimizar o trabalho e sabemos que ainda há muito que fazer. Recuperamos ambulâncias e equipamentos, e vamos investir como num todo na área. Teremos um processo seletivo para não deixar as comunidades sem médicos. Teremos um Raio-X novo e vamos comprar uma ambulância equipada, além da construção de uma unidade de saúde da família, no Sítio Quissamã. Governar hoje é muito mais que fazer. É mostrar nossas ações, com diálogo aberto com a população – disse.
O representante da Câmara, vereador José Borba destacou que o papel da sociedade civil organizada é fundamental nas discussões envolvendo a saúde. “Parabenizo os segmentos aqui representados, Todos estão interessados na melhoria da saúde em seus bairros, e é importante o debate sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) com a população”, ressaltou.
O secretário municipal de Saúde, Linaldo Lyra lembrou aos participantes da Conferência, a importância do evento para se conseguir avanços na área. “Estamos acreditando que as discussões vão contribuir para a melhoria dos serviços prestados à população. A intenção da secretaria é reestruturar e viabilizar a Atenção Básica”, falou.
O secretário do Conselho Municipal de Saúde, Marciano da Boa Morte elogiou a iniciativa, lembrando os seis meses de dificuldades vividos pelo atual governo. “Este é um trabalho de ponta, e a conferência vai permitir que a população possa apontar suas necessidades para melhorar ainda mais os serviços oferecidos pelo Município. A atual administração tem mostrado com transparência os problemas encontrados, e as soluções que têm buscado para que a Saúde se torne referência na região”, comentou.
Em seguida, a assessora de Planejamento em Saúde, Delba Machado Barros apresentou as ações pactuadas na 11ª Conferência, em 2015, através de um painel gráfico, e o subsecretário municipal de Fazenda, Leilson Lyra falou sobre “O cenário financeiro da rede de serviços e indicadores da Saúde em Quissamã. Segundo ele, o investimento feito em saúde, atualmente, é de 74 % oriundos de recursos municipais e 26 % de verbas do SUS.
O coordenador de Vigilância em Saúde, Roberto Lopes apresentou o trabalho pela Vigilância Epidemiológica, entre outros. O primeiro dia da Conferência foi encerrado com palestra da professora adjunta do Departamento de Enfermagem de Saúde Pública da UERJ e consultora em Epidemiologia e Vigilância Epidemiológica da Maternidade Municipal do Rio de Janeiro, Mercedes Neto.
Participaram ainda da 12ª Conferência, vereadores, secretários, coordenadores e prestadores de serviço.

Galeria de Fotos