Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Reunião abre diálogo para implantação do Procon em Quissamã

A prefeita Fátima Pacheco recebeu o diretor regional do Procon-RJ, Cláudio Andrade, em seu gabinete nesta quarta-feira (20). Na pauta do encontro, uma análise sobre assuntos relacionados à defesa do consumidor e a viabilidade da instalação de uma filial do órgão em Quissamã. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso, também participou da reunião.
“A implantação será um ganho para o município, pois trata-se de um tema valioso para o consumidor. Agradecemos pela atenção e vamos propor a ideia as cidades do Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Norte e Noroeste Fluminense (Cidennf) que também não possuem o serviço. A região só se torna forte com parceria e trabalho em conjunto”, disse a prefeita Fátima Pacheco.
O Procon-RJ tem como principal objetivo assegurar ao consumidor ampla transparência nas negociações de compra, sendo rápido e eficaz na aplicação das leis que regulamentam o mercado. Como Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor, o órgão existe para garantir que esses direitos sejam respeitados pelos fornecedores de serviços e produtos, mantendo assim o equilíbrio nas relações e promover o bem comum
“Uma das incumbências da direção regional do Procon-RJ é levar a implantação para os municípios. Apresentamos a prefeita Fátima Pacheco, que sinalizou positivamente. Vamos iniciar o primeiro passo, que é a abertura do processo, que é digitalizado, feito junto a sede do Procon-RJ. Na conversa ficou visto que já se tem a estrutura física para a implantação do serviço, o que facilita muito. Serão ofertados serviços na área de defesa do consumidor, principalmente junto às empresas de energia elétrica, fornecimento de gás, água, TV a cabo, o que for necessário para fazer essa intercessão, para que não haja problema na justiça, e que possa ser resolvido dentro das unidades do Procon, respeitando sempre o consumidor, que em regra é a parte mais dificultada com as grandes empresas”, disse Cláudio Andrade.

Galeria de Fotos