Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã trabalha potencial turístico e vocações naturais

Uma ação conjunta entre as secretarias de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, e Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, possibilitou a realização de uma cavalgada ecológica no último final de semana. A atividade piloto faz parte do Viver Quissamã, programa de estruturação do turismo em Quissamã, com a formatação dos produtos a serem ofertados.
Com o acompanhamento de um carro de apoio, oito cavaleiros e amazonas participaram do passeio turístico teste, com um percurso de aproximadamente 54 km, percorridos em dois dias, e passagem por localidades como: Imbiú, Estivinha, Praia de João Francisco, Estrada do Km 50, Parque Nacional Restinga de Jurubatiba, Sítio Ecológico São Geraldo, Praia do Visgueiro e Machado.
No trajeto, os participantes percorreram trilhas e pontos turísticos. O objetivo do evento foi dar visibilidade e conhecimento às belezas naturais do município, dentro da proposta do programa “Viver Quissamã”, que visa oferecer uma nova experiência na área do turismo.
Para o secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, Luciano Pessanha, a prática de cavalgadas já é uma tradição do município, que em virtude da pandemia da Covid-19, não foi possível a realização durante o período. “Temos um forte potencial nesta área e conciliando a cavalgada com a natureza preservada que temos, com certeza iremos encantar, tanto os quissamaenses quanto os turistas de outras cidades”, avaliou Luciano.
O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso comentou a iniciativa, que em breve ganhará novos percursos e modalidades para a avaliação. “É importante que os quissamaenses despertem e se envolvam com a promoção das vocações naturais, ecologia, gastronomia e tradições da sua cidade, e se tornem embaixadores dentro da modalidade turismo de experiência”, explicou Arnaldo Mattoso.
A modalidade – turismo de experiência – é vantajosa para o turista, que tem a chance de explorar melhor o destino e vivenciar novas práticas. Isso é válido tanto para quem já conhece a cidade, como para quem está indo pela primeira vez, e para a comunidade, visto que a atividade movimenta a economia do local, também com a participação da iniciativa privada.

Galeria de Fotos