Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã registra quatro casos da variante Delta da Covid-19

A Prefeitura de Quissamã foi informada pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio que o município registrou quatro casos da variante Delta da Covid-19. O Comitê para Políticas de Enfrentamento e Impactos da Pandemia da Covid-19 já se reuniu nesta semana para tratar do assunto, com o município reforçando as medidas de orientação à população e também fazendo um acompanhamento mais detalhados dos atendimentos no Centro de Triagem Respiratória (CTR) e Hospital Municipal Maria Mariana de Jesus (HMMMJ).
Os pacientes com a variante Delta não precisaram ser internados, mas são monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde, para verificar possíveis sequelas causadas pela doença. A transmissão comunitária da Delta no Estado do Rio foi identificada em julho, por isso o município estava acompanhando a situação junto ao Governo do Estado.
“O Governo do Estado realiza os exames de forma aleatória, colhendo os dados por amostragem. Os pacientes já estão recuperados, mas é importante acompanhá-los no pós-doença, para identificar possíveis sequelas, já que a variante chegou recentemente ao Brasil. Mas, para evitar mais casos, pedimos que a população faça a sua parte, seguindo as medidas para evitar a proliferação da doença”, disse o coordenador da Vigilância em Saúde de Quissamã, Leonardo Barcelos Chagas.
Para controlar o número de casos, a Prefeitura tem acelerado a campanha de vacinação. Nas últimas semanas, o município se tornou um dos primeiros do estado a imunizar jovens a partir dos 18 anos. No total, aproximadamente 70% da população já foi vacinada com pelo menos uma dose. Outra medida é reforçar as orientações de prevenção à doença, como o uso de máscara, lavar ou higienizar as mãos e evitar aglomerações.
“Estamos orientando a população a seguir o protocolo contra a Covid-19 e também buscar atendimento em caso de sintomas, pois assim o tratamento começa imediatamente. Quissamã tem mais de 17 mil pessoas vacinadas com pelo menos a primeira dose da vacina, mas a população não pode relaxar, pois a Covid-19 ainda está presente em nosso dia a dia”, ressalta Renata Fagundes, secretária de Saúde.

Galeria de Fotos