Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã recebe doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19

O combate à Covid-19 em Quissamã ganhou mais um reforço nesta segunda-feira (25). A Prefeitura de Quissamã recebeu, do Governo do Estado do Rio, 270 doses da vacina da Oxford/AstraZeneca, produzida na Índia, que será utilizada na continuidade da imunização dos profissionais da saúde que estão na linha de frente contra a doença no Hospital Municipal Mariana Maria de Jesus (HMMMJ), Centro de Triagem Respiratório (CTR) e Unidade de Pronto Atendimento Mário Barros Wagner de Barra do Furado.
A campanha de vacinação em Quissamã teve início na última terça-feira (19), com a primeira remessa de vacinas da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a Sinovac. Responsável pela logística nas duas entregas, o Estado seguiu as determinações do Plano Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde para distribuir as doses para os 92 municípios do Rio.
A Prefeitura de Quissamã tem realizado um trabalho minucioso para a campanha de vacinação contra a Covid-19. Nesta primeira fase, estão sendo imunizados os que estão na linha de frente do combate à doença, profissionais que se dedicam a cuidar dos pacientes no dia a dia das emergências dos hospitais e outras unidades de saúde. Por isso, além de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, a Prefeitura também tem imunizado outros trabalhadores que atuam diretamente neste setor. Na lista estão auxiliares de serviços gerais que trabalham na higienização das unidades de saúde, recepcionistas e guardas municipais que tiram serviço sempre nessas unidades, por exemplo.
Distribuição pelo Ministério da Saúde
Neste primeiro momento, o Governo Federal será responsável pela distribuição de toda a produção da CoronaVac e da Oxford/AstraZeneca. Desde o ano passado, a Prefeitura de Quissamã vem se mobilizando para a realização da vacinação na cidade. Em dezembro foi assinado um termo de entendimento com o Butantan para aquisição de 36 mil doses da vacina, porém o município ainda não recebeu um posicionamento oficial do Instituto após o Ministério da Saúde determinar a exclusividade na distribuição das doses. A aplicação da CoronaVac ocorre em duas doses, sendo a segunda entre 14 e 28 dias após a primeira. Já a Oxford/AstraZeneca tem uma janela de 90 dias entre as doses.

Galeria de Fotos