Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã realiza reunião com proprietários de imóveis em Área de Preservação Permanente, da Praia de João Francisco

Proprietários de imóveis em Área de Preservação Permanente-APP, localizados na Praia de João Francisco, participaram nesta quarta-feira (18), de uma reunião com a prefeita Fátima Pacheco e membros da Comissão de Regularização Fundiária no balneário. Durante o diálogo, Fátima Pacheco anunciou o arquivamento pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, do processo (MPRJ 2010.00727571) (IOC 017/2002/MA/QI), que apresentava a possibilidades de demolição de construções.
– É importante que todos estejam cientes e compreendam a importância de seguir a legislação ambiental – ressaltou a prefeita Fátima Pacheco.
Os proprietários foram alertados que não mais será permitida qualquer obra de ampliação ou edificação nas residências e terrenos na Área de Preservação Permanente da Praia de João Francisco, com a possibilidade de reabertura do processo pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, em caso de descumprimento das determinações.
– Recebo a notícia com alívio, todavia torna-se imprescindível a responsabilidade dos proprietários – disse José Gabriel Pessanha, dono de residência, ao tomar conhecimento do arquivamento do processo.
O fiscal ambiental da secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, Luiz Antônio Fernandes, realizou apresentação com imagens e mapas da APP da Praia de João Francisco. O secretário de Obras, Serviços, Público e Urbanismo, Juninho Selem, e membros da equipe de geoprocessamento e da Comissão também participaram e esclareceram dúvidas a respeito do assunto.
– Os proprietários podem procurar os setores de fiscalização de obras, e ambiental para outras informações. É importante lembrar que as reformas estruturais que permitem a segurança e manutenção das residências são permitidas – explicou Leonel José Pinto Junior, presidente da Comissão, ressaltando que a fiscalização será constante. Nos próximos dias serão colocadas placas de aviso em pontos estratégicos da Praia de João Francisco, para que os moradores tenham visibilidade das normas.
A Comissão de Regularização Fundiária é composta por representantes da Procuradoria Geral, secretaria de Obras, Serviços, Público e Urbanismo, Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, e secretaria de Ação Social.

Galeria de Fotos