Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã planeja criar um Fundo Soberano

Cooperar Para Transformar: O Novo Papel das Organizações. Esse foi o tema do painel com a participação da prefeita Fátima Pacheco no evento “Diálogos Petrobras – Integridade e ESG – transformando compromisso em ação”. Promovido pela Petrobras, o painel aconteceu na tarde desta segunda-feira (6), com a moderação do diretor executivo de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobras, Roberto Ardenghy, sendo transmitido pela internet. Na ocasião, a prefeita de Quissamã compartilhou as políticas públicas implementadas no Município e a parceria com a Petrobras, num projeto-piloto de modernização de gestão e preparação de Quissamã para o pós-royalties com a criação de um Fundo Soberano.
– Esse projeto com a Petrobras, Cooperar para Transformar, vem com várias propostas que já estávamos buscando e uma delas é a criação do Fundo Soberano, que se talvez tivesse sido implementado 15 anos atrás não teríamos passado o aperto dos anos de 2016 e 2017. Essa parceria com a Petrobras já traz frutos, nos ajudando na formatação do projeto de lei do Fundo Soberano, diálogo permanente com a Câmara, adesão ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção e ao programa “Fala BR”, além da ampliação da nossa rede de Ouvidoria. Estamos viabilizando vários instrumentos que vão melhorar a gestão e entregar políticas públicas de mais qualidade à população, destacou a prefeita.
Visando o desenvolvimento no período pós-petróleo, Fátima Pacheco ressaltou a implementação de políticas públicas em várias áreas, em especial na Educação, Turismo e Agricultura. Na Educação, além da reforma estrutural, Quissamã deu início ao processo de infraestrutura tecnológica das unidades. A administração municipal apresentou o plano de Turismo ao Governo do Estado e vem tratando o tema de forma regional com cidades do Norte e Noroeste Fluminense. A Prefeitura lançou ainda um programa municipal de microcrédito para incentivo ao pequeno produtor com créditos de até R$ 20 mil reais com recurso dos royalties.
– Tão importante quanto pensar o pós é plantar essa semente para que possamos colher no futuro. O que puder vamos canalizar para esse fundo, sem penalizar o momento atual das políticas públicas, para que no futuro, em tempo de qualquer queda do preço do barril do petróleo, não se passe o aperto vivenciado em anos anteriores, concluiu a prefeita Fátima Pacheco.
Moderador do Painel, Roberto Ardenghy, ressaltou a escolha de Quissamã para o projeto-piloto de modernização da gestão:
– O que a senhora acabou de dizer é música para os nossos ouvidos e sem dúvida escolhemos a administração correta, da Prefeitura de Quissamã, para fazer esse projeto-piloto e queremos que se amplie, para outros municípios do Estado do Rio e de outros estados da Federação. Tenho certeza que estamos começando com o pé direito e reafirmando o nosso compromisso em fazer bem feito, frisou Roberto Ardenghy.

Galeria de Fotos