Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Quissamã mantém ações de prevenção ao Aedes aegypti

Embora o Coronavírus e a pandemia da Covid-19 sejam prioridade, Quissamã não relaxou em relação a outras doenças, ainda preocupantes e igualmente perigosas, embora com um índice de letalidade menor. Mesmo com redução no número de casos, segundo o resultado do 5º Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa), as chamadas arboviroses, dengue, zika, chikungunya e febre amarela estão na mira das ações da Secretaria Municipal de Saúde, que alerta para a manutenção dos cuidados, além da atenção aos sintomas, que podem se confundir com os da Covid-19.
Pensando nisso, em razão do recente período de chuvas, aconteceu nesta segunda-feira (8), no Centro de Saúde Benedito Pinto das Chagas, uma atividade educativa destinada a chamar a atenção da população para os cuidados que precisam ser mantidos, especialmente em relação ao aparecimento de possíveis focos do mosquito transmissor. De acordo com o LIRAa, apurado na semana epidemiológica de 18 a 23 de outubro, ocorreram 761 visitas. Apesar da localização de três focos de Aedes aegypti, o índice de infestação ficou em 0,4%, o que na classificação é considerado como de “baixo risco” de contaminação.
– Para a Organização Mundial de Saúde – OMS, o IIP deve estar abaixo de 1,0%, e estamos nos mantendo sempre dentro do preconizado, afirmou o coordenador de Vigilância em Saúde, Leonardo Barcelos.
Segundo o agente de endemias, José Antônio Braga, é importante manter os cuidados em casa, no local de trabalho e no dia a dia.
– Ações simples são essenciais para evitar a proliferação do mosquito. É muito mais rápido e sustentável se você puder tapar o tanque, virar as garrafas, limpar o quintal e ver se não há nenhuma larva diariamente. É importante que cada um cuide do seu espaço. A prevenção está na mão de todos nós.
Arboviroses são doenças transmitidas pela picada do mosquito Aedes aegypti, e apesar da variedade, podem apresentar sintomas parecidos.
As ações de prevenção em relação às arboviroses prosseguirão. Nesta quarta-feira (10), às 9h, a atividade será na Unidade de Saúde da Família – USF de Santa Catarina.

Galeria de Fotos