Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã fará Campanha de Vacinação Antirrábica neste sábado (25)

Donos de cachorros e gatos devem ficar atentos à Campanha de Vacinação Antirrábica que será realizada no próximo sábado (25), das 8h às 17h, sem interrupção no horário do almoço, em Quissamã. A Secretaria de Saúde, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde, recebeu 5800 doses de vacina, mas a meta para o dia “D”, é de aproximadamente 2000 animais imunizados.
Os locais de vacinação serão as Unidades de Saúde da Família (USF) dos bairros de Matias, Caxias e Carmo, no Prédio da Vigilância em Saúde, no Parque de Exposição, na Escola Municipal Professora Maria de Lourdes de Castro Ribeiro, no Sitio Quissamã e na Praça Jardim Mário Moreira da Silva, ao lado da Casa do Empreendedor, no Centro.
Quem tiver cão ou gato, a partir de três meses de idade, deverá levar o animal para ser vacinado. Fêmeas prenhas não devem ser imunizadas, mas as que estão amamentando, podem entrar na lista. Não é recomendado que crianças levem os animais, mas elas podem acompanhar um adulto, embora não seja o ideal pois é necessário evitar aglomeração. Vale ressaltar, que o uso de máscara é obrigatório. Animais bravos e agitados, precisam de focinheira, sendo o dono, responsável por contê-lo. Os gatos devem ser levados em caixa própria para transporte.
A vacinação é gratuita e Coordenador da Vigilância em Saúde, Leonardo Barcelos Chagas, reforça a importância da adesão a campanha. “É fundamental que os responsáveis pelos animais, compareçam aos postos de vacinação. A raiva mata e a vacina é a única forma de prevenção. Contamos com a colaboração de toda população pra mantermos seguros nossos animais de estimação e nossas famílias. Evite deixar para última hora”, afirmou Leonardo.
Apesar de nos últimos anos não haver registros da raiva em humanos, a população não pode deixar de manter a vacinação dos cães e gatos em dia. Entre as enfermidades infecciosas de origem viral, a raiva é a única, em relação a seu alcance e ao número de vítimas, que pode gerar uma encefalite aguda capaz de levar as vítimas ao óbito em praticamente 100% dos casos.

Galeria de Fotos