Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã e Campos unidos pelo complexo industrial Farol-Barra do Furado

Os prefeitos de Quissamã, Fátima Pacheco, e de Campos, Rafael Diniz, discutiram na manhã desta quinta-feira (5) a situação do complexo logístico e industrial Farol-Barra do Furado. O empreendimento, que pode receber R$ 344 milhões da União, é apontado como uma das principais alternativas para a geração de emprego e renda na região. Os dois novos gestores acompanharam a explanação do economista Ricardo Vianna, presidente da holding BR Offshore, de São Paulo, empresa que presta serviços de manutenção às embarcações de apoio alocadas nas bacias de exploração e produção de óleo e gás.
Ricardo detalhou o projeto e anunciou que está em negociações com um estaleiro estrangeiro, que poderá fechar contrato de apoio técnico ao empreendimento. Segundo ele, os atrativos para a escolha do empreendimento são: disponibilidade de mão de obra especializada na região, proximidade com o polo de Macaé e as dificuldades enfrentadas no porto do Rio de Janeiro, como sobrecarga.
Ele destacou que Barra do Furado é única para se buscar oportunidades. “Uma das melhores localidades para a instalação de uma base de apoio offshore e de um estaleiro de reparos navais, a partir da concentração de cerca de 85% da produção atual de óleo e gás do país na Bacia de Campos, que deverá receber um conjunto de novos equipamentos de perfuração e produção de O&G”, ressaltou.
A prefeita Fátima Pacheco disse que a parceria entre seu município e Campos vai permitir que a região alcance o desenvolvimento. “Estou entusiasmada com o empreendimento. Não podemos pensar em crescimento, se os municípios da região não forem parceiros. A união é fundamental e todos devem estar engajadosnesta parceria para construirmos juntos dias melhores para a nossa população”,observou.
Já Rafael Diniz destacou que uma das alternativas para os atuais problemas dos municípios está entre Farol e Barra do Furado. “A gente não pode deixar de pensar em desenvolvimento. Vimos uma população carente de um governo presente. Estou aqui me colocando à disposição para trabalharmos juntos. Campos só vai se fazer forte, quando se fortalecer com os municípios vizinhos”, declarou.
O projeto foi apresentado no auditório da Prefeitura, quando diversas dúvidas foram tiradas pelos presentes. Na oportunidade, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso, disse que o atual governo está adotando providências, para a utilização da área destinada ao complexo logístico e industrial Farol-Barra do Furado.
Participaram também da reunião, o vice-prefeito e secretário municipal de Obras, Serviços Públicos e Urbanismo, Marcelo Batista; chefe de Gabinete, Luciano Lourenço, seu sub Francisco Siqueira; Controlador Geral, Luiz Felippe Klem de Mattos; secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso e do presidente do Conselho Extraordinário de Desenvolvimento do Complexo de Barra do Furado, Carlos Magno Manhães. De Campos, vieram o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Victor de Aquino, e o presidente da Companhia de Desenvolvimento do Município (Codemca), Vinicius Viana
.

Galeria de Fotos