Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Quissamã celebra Dia Municipal Sem Tabaco nesta quinta-feira (26)

A secretaria de Saúde, por meio do Programa de Controle e Tratamento do Tabagismo, realizou na manha desta quinta-feira (26), quando é celebrado o Dia Municipal Sem Tabaco, uma ação educativa no Centro de Saúde Benedito Pinto das Chagas. O público-alvo foi composto por usuários que estão em tratamento e ex fumantes.
A coordenadora do Programa, Sheila Batista, que conduziu a roda de conversa no Centro de Saúde, contou com a presença da psicóloga Elizabeth Cabreira e da Técnica enfermagem Verônica da Conceição Carvalho. As profissionais tiveram um momento de troca com quem já conseguiu vencer o vício e quem ainda está em busca. Ao todo, foram seis participantes.
Sheila falou sobre o programa de tabagismo, ouviu atentamente os depoimentos dos ex-fumantes sobre o processo de tratamento, pois eles ajudam aos que ainda estão na busca e participaram da atividade. Teve também a distribuição de folders e explicações sobre o encaminhamento dos usuários interessados, que não comparecem por vergonha, para os locais de tratamento próximo de suas residências.
Desde a última segunda-feira (23) estão sendo realizadas atividades tanto nas Unidades de Saúde da Família – USF, como a de Barra do Furado e do Centro, quanto nas escolas municipais de Caxias e Santa Catarina. O objetivo é realizar ações e palestras como forma de conscientização para população sobre os malefícios e consequências do tabaco à saúde.
A programação conta com atividades que visam reforçar a missão de combater o tabagismo e incentivar hábitos saudáveis, proporcionando bem-estar físico. Na próxima terça-feira (31), haverão mais ações, dentre elas, uma nova roda de conversa no Centro de Saúde, já que é o Dia Mundial sem Tabaco, criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Contamos com a presença de todos os interessados. Deixem a vergonha de lado e contem com a nossa ajuda”, afirmou Sheila.
Segundo Sheila, a população necessita do conhecimento dos males causados pela utilização dessa droga. “O cigarro é o grande mal do mundo moderno. Cigarro e saúde não combinam. As pessoas precisam saber que ao parar de fumar, melhora a parte circulatória, cardíaca, física e diminui também o risco do aparecimento de tumores. Por isso estamos realizando essas ações de conscientização, um incentivo e apoio aos fumantes a largar o vício”, explica.
A cidade, hoje, conta com oito unidades cadastradas da atenção básica, realizando grupos de combate ao tabagismo, atuando com médicos e enfermeiros capacitados pelo INCA – Instituto Nacional do Câncer. Atualmente, 50 pacientes aproximadamente, contam com o tratamento.

Galeria de Fotos