Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Quissamã abre a programação do Novembro Azul

Palestras sobre prevenção, aferição de pressão arterial, marcação de consultas, teste de glicemia, alongamento com educador físico Fábio Azevedo, informações para quem deseja parar de fumar, teste rápido para Covid-19 e vacinação da Influenza. Essas foram as atividades do primeiro dia do Novembro Azul, nesta quarta-feira (3), no Centro Cultural Sobradinho. Este mês é dedicado à conscientização sobre a prevenção e combate ao câncer de próstata, um dos mais letais para o público masculino, segundo aponta a Organização Mundial de Saúde – OMS.
A próstata é uma glândula, integrante do sistema reprodutor masculino, que produz o líquido seminal, responsável por transportar o esperma. O sintoma mais comum do câncer que a atinge, é a dificuldade em urinar, porém, há casos em que esse tipo não apresenta sintomas. Existem tipos de câncer de próstata que crescem lentamente, sendo recomendado o monitoramento, enquanto outros são agressivos, necessitando de radioterapia, cirurgia, terapia hormonal, quimioterapia ou outros tratamentos.
Com o tema “Cuidar da saúde também é coisa de homem”, a campanha, a exemplo do Outubro Rosa – destinado à conscientização das mulheres quanto aos riscos e necessidade de prevenção do câncer de mama, visa não só convencer os homens quanto à importância da prevenção, como vencer o tabu e o preconceito de boa parte dos homens, em relação ao exame de toque. Nesta quarta, os serviços foram embalados pelos professores de música do Sobradinho, Elias Ribeiro e Matheus Souza.
Segundo o Coordenador do Programa de Saúde do Homem, Antônio Carlos Silva, ainda é necessário quebrar os tabus impostos pela sociedade:
– Novembro Azul é um movimento mundial que tem como objetivo alertar sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, tumor mais comum entre os homens e que esse ano deve ter 65.840 novos casos registrados só no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA. Por isso, é fundamental fazer os exames nas datas corretas, visando a prevenção.
Tipo mais comum entre os homens, o câncer de próstata é a causa da morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Inca.
– Chegou o tempo de nos conscientizarmos que o nosso corpo precisa ser cuidado em todos os aspectos, principalmente se temos disponíveis na cidade, campanhas que agregam informações importantes e recursos para isso. Meu avô teve e descobriu cedo, o que possibilitou a cura. Nós homens, precisamos deixar o preconceito de lado”, destacou Vinicius Amaral.
Assim Como ocorre com o câncer de mama, a melhor forma de buscar a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco e com casos na família, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).
Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal. Outros exames poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias. A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de aspectos, como estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida.

Galeria de Fotos