Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Prefeitura garante auxílio financeiro a Bois Malhadinhos e Blocos Carnavalescos

A Prefeitura de Quissamã segue nos preparativos para o Carnaval deste ano. Na tarde desta quarta-feira (5), a prefeita Fátima Pacheco e a coordenadora de Cultura e Lazer, Amanda Fragoso, participaram da entrega do termo de parceria entre o Município, Bois Malhadinhos e Blocos Carnavalescos, que este ano receberão um auxílio financeiro para fomentar as atividades carnavalescas. O encontro aconteceu no Cinema do Centro Cultural Sobradinho. Serão disponibilizados R$ 6 mil para cada boi e R$ 4 mil para cada bloco.
Foram selecionados os Bois “Surubim”, “Canário”, “Trovão”, “Imperador”, “Maranhão”, “Zulu”, “Renascer”, “Da Diversidade” e “Jaraguá”. Já os blocos contemplados são “Meu Bem Vou Ali e Já Volto”, “Rubro-Negro”, “As Poderosas” e “Beber, Cair e Levantar”.
Fátima falou da alegria em estar com os representantes dando mais esse passo para o fortalecimento do Carnaval. “É importante estarmos legalizados para que não tenhamos problema no futuro. Aproveito para dizer ainda da importância desse movimento da Prefeitura, construído o tempo todo conversando com os segmentos. Movimento esse que faz a Prefeitura, além da estrutura, garantir um aporte financeiro, e isso dá um fôlego a vocês, porque hoje quem faz o Carnaval da nossa cidade são os bois e os blocos. Festa que promove a cultura popular, transmite alegria e faz o dinheiro circular aqui, com nossos ambulantes nas ruas, todos legalizados, com coletes e exame de saúde em dia. Agradecemos muito a vocês pela parceria”, destacou a prefeita.
A coordenadora de Cultura e Lazer, Amanda Fragoso, frisou que na última segunda-feira (3), participou de reunião com os representantes para orientações quanto aos procedimentos visando a prestação de contas. “Vale lembrar ainda que foi publicado um edital com normas aos interessados em receber o auxílio financeiro, e para ser selecionado, todos os inscritos precisaram cumprir algumas exigências, dentre elas a questão de demonstrar o exercício de atividade cultural por, pelo menos, um ano, além da parte de documentação formal, que inclui certidões. É uma iniciativa que fomenta a importância do Boi Malhadinho, expressão da cultura popular local, bem como as atividades de blocos populares, gerando benefícios sociais, emprego e renda”, disse Amanda, ressaltando ainda que a cultura é uma cadeia de economia criativa, que começa nos sonhos e ganha as ruas da cidade envolvendo crianças, jovens e adultos.

Galeria de Fotos