Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Prefeitura de Quissamã realiza Campanha Municipal de Combate à Tuberculose e Hanseníase

A secretaria de Saúde, por meio do Programa de Hanseníase e Tuberculose, dará início nesta quarta-feira (03) a uma séria de atividades educativas referentes a Campanha Municipal de Luta Contra a Hanseníase e Tuberculose, já que o dia Estadual de Combate a Hanseníase é celebrado na próxima sexta-feira (05) e da Tuberculose, no sábado (06).
Ruth Méia Nunes, enfermeira e coordenadora do Programa de Controle de Hanseníase e Tuberculose, falou sobre a importância de conscientizar a população tanto sobre as doenças, quanto sobre aparecimento dos sintomas, além da necessidade de procurar atendimento especializado caso eles persistam.
“Se você tem tosse há mais de duas semanas, procure o enfermeiro na Unidade de Saúde da Família – USF mais próxima da sua casa para pegar o pedido do exame e receber as orientações para coleta, o mais rápido possível, pois o tratamento é gratuito e deve ser iniciado imediatamente já que o diagnóstico precoce é fundamental”, explicou Ruth.
Os principais sintomas ou sinais de casos suspeitos são, no caso da Tuberculose, tosse por mais de 15 dias, produção de catarro que persista, escarro com sangue em casos mais graves, falta de apetite, emagrecimento, febre baixa, geralmente à tarde ou no início da noite, suores noturnos, cansaço, dores no peito e falta de ar.
Já os sintomas que indicam a Hanseniase são manchas ou caroços em qualquer parte do corpo, com perda de sensibilidade, isto é, dormente, que não dói e não coça. Alguns nervos dos braços, das pernas, podem estar engrossados com sensação de choque, fisgadas. As manchas podem se apresentar avermelhadas, esbranquiçada ou amarronzadas.
A transmissão das duas doenças ocorre por meio das vias aéreas superiores ao falar, tossir, espirrar e pelo contato próximo com pessoas doentes e sem tratamento. Tanto a tuberculose como a hanseníase tem cura e os tratamentos de ambas são gratuitos e garantidos pelo SUS. Quanto mais cedo descobrir o diagnóstico e iniciar o tratamento, maior é a chance de prevenir sequelas e até mesmo o óbito.

PROGRAMAÇÃO
– Dia 03/08, 4ª feira das 09h às 12h – Roda de conversa sobre Tuberculose para médicos, enfermeiros e gerentes que compõem a equipe da saúde da família, com a participação do Dr. Marcus Vinícius,
infectologista do município e da enfermeira Ruth Nunes. Local: Varandão do Centro de Saúde Benedito Pinto das Chagas.

– Dia 03/08, 4ª feira das 14h às 16h – Roda de Conversa sobre Tuberculose e Hanseníase para os pacientes e profissionais do CAPS. O evento será conduzido pelas enfermeiras Ruth Nunes e Raquel Moreno. Local: Varandão do CAPS;

– Entre os dias 08 e 12/08 – Atividades educativas sobre Tuberculose e Hanseníase em todas as Unidades de Saúde da Família – USF, abordando os dois temas;

– Dia 12/08, 6ª feira, das 13h às 16h – Exame de pele para manchas suspeitas com o dermatologista Dr. Thiago Bellot. Local: Consultório de Dermatologia do Centro de Saúde Benedito Pinto das Chagas;

– Dia 01/09, 5ª feira, das 09h às 12h – Capacitação em Hanseníase para profissionais de saúde de nível superior (equipe multiprofissional), com o dermatologista Thiago Bellot, enfermeira Ruth Nunes e as fisioterapeutas Ana Clara Longui e Thaís Ramos.

Galeria de Fotos