Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Prefeitura de Quissamã propõe projeto de linha de crédito para empreendedores rurais

Em reunião realizada nesta quarta-feira (13), a Prefeitura de Quissamã debateu a elaboração de projeto de lei para criação de uma linha de crédito específica para o empreendedor rural. A prefeita Fátima Pacheco, o vice-prefeito Marcelo Batista e os secretários de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, Arnoldo Azevedo; de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso; e o procurador geral, Gabriel Bueno Siqueira debateram a implementação que tem como objetivo o fortalecimento da Agricultura Familiar, um dos setores mais importantes do município.
“O projeto vai garantir crédito ao empreendedor rural de até R$ 20 mil. Será um avanço muito grande para um segmento muito significativo do nosso município. Será um crédito garantido pela Prefeitura com juros menores que o do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar)”, disse a prefeita Fátima Pacheco.
O secretário de Agricultura Arnoldo Azevedo ressalta que o crédito será essencial para que os trabalhadores da Agricultura Familiar possam aumentar a sua produção. “Essa forma de crédito vai alavancar a produção e vai beneficiar o segmento, como produtores de leite e o rural, que participam da feirinha da roça. Com esses recursos, eles vão conseguir aumentar a produção e, assim, gerar mais renda no campo”, avalia Arnoldo.

Valorização da produção rural

Após ser elaborado, o projeto de lei segue para aprovação na Câmara de Vereadores. A expectativa é que seja iniciado ainda neste semestre. Responsável por participar de reuniões com os profissionais do setor que serviram como base para a elaboração do projeto, o vice-prefeito Marcelo Batista lembrou que o crédito vai beneficiar gerações de famílias que têm a tradição de trabalhar na área rural de Quissamã.
“Fico muito satisfeito com essa iniciativa, pois venho da área rural e sei da dificuldade que as famílias têm de se manter com essa produção. Tenho certeza que esse incentivo vai dar melhores condições a essas pessoas para viver com dignidade em sua profissão”, disse Marcelo Batista.
O incentivo à Agricultura Familiar também vai contribuir com o desenvolvimento do Turismo Rural, outra riqueza da cidade. “Sem dúvidas, o investimento neste setor vai contribuir com a nossa proposta de um Turismo Rural, associado ao Turismo de Patrimônio. Hoje, já temos excelentes resultados no crédito para os MEIs, com juros baixos. Essa nova linha vai tornar o projeto ainda mais importante”, conta Arnaldo Mattoso.

Galeria de Fotos