Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Prefeita Fátima Pacheco participa de lançamento de programa do Instituto Alzira

Rede pluripartidária de apoio, articulação e cooperação de mulheres na política e na gestão pública. Esses são o foco do programa Gpúblicas – Rede de Mulheres na Gestão Pública que contou, nesta terça-feira (31), com a participação da prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, compartilhando as ações desenvolvidas no município nas áreas da saúde, educação, economia e assistência social durante a pandemia. O webnário “Enfrentamento ao COVID-19: práticas exitosas em municípios governados por mulheres” foi totalmente online, transmitido no canal do Instituto Alzira, no Youtube.
O programa leva em consideração estudo que aponta que cidades governadas por mulheres tiveram 43% menos mortes em decorrência da Covid-19.
– Esse debate é muito importante. Quero ressaltar a fala do pesquisador Raphael (Bruce) quando ele diz que enfrentar a pandemia e ter êxito vai muito além do que ampliar leitos de UTI, foi olhar todas as políticas públicas. Foi entender que a pandemia é uma crise sanitária grave e inédita e que também impactou de forma muito considerável nas áreas econômica, social, educação e de empregabilidade. Então, nós gestores, tínhamos um desafio gigantesco e tivemos que reformatar projetos – pontuou a prefeita de Quissamã.
Fátima Pacheco destacou que, na área da saúde, as primeiras ações foram a criação da barreira sanitária, Centro de Triagem Respiratória, hospital de campanha exclusivo para atendimentos a pacientes com covid. “Essas medidas foram muito importantes. Implementamos só para Covid 17 leitos de UTI, 20 leitos clínicos, teve momento que a gente teve 30 pessoas internadas. Até hoje tivemos 104 perdas, mas nenhuma por falta de assistência”, disse a prefeita.
Na área da educação, a Prefeitura de Quissamã implantou as aulas online, módulos físicos, implementou o cartão nutricional e ainda o Kit alimentação complementar. O município ampliou valores dos programas sociais, garantiu o pagamento em dia do funcionalismo e criou dos auxílios a setores impactados com a paralisação de atividades econômicas.
– As experiências no enfrentamento a essa pandemia elas não têm que ser contadas nas próximas décadas, seja as experiências das gestoras que vieram de modo muito contundente com a pesquisa, mas também pra servir de lição. A gente que vivenciou e está vivenciando isso está preparado para outros desafios – frisou Fátima Pacheco.
Mediadora do webinário, Fernanda Machiaveli da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), destacou a solução integrada em Quissamã que resultaram nas medidas de ampliação do sistema de saúde.
– A ampliação de políticas de assistência social, de garantia da dignidade das pessoas, dos trabalhadores durante esse período de travessia da crise na pandemia foram tão importantes para conseguir chegar até aqui com a vida das pessoas e economia preservadas – ressaltou.
O programa GPúblicas é uma co-realização do Instituto Alziras, da Fundação Konrad Adenauer e da Porticus em parceria com a Rede de Mulheres Cientistas, Associação do Especialistas em Políticas públicas e Gestão Governamental (ANESP), Confederação Nacional de Municípios (CNM), Associação Brasileira de Municípios (ABM), Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) e assessoria técnica da Travessia Políticas Públicas.

Galeria de Fotos