Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Poesia estimula escrita e leitura em escolas municipais

Alunos das Escolas Municipais Felizarda Maria Conceição de Azevedo, em Machadinha, e Délfica de Carvalho Wagner, em Barra do Furado, estão participando do Projeto Navegando na Poesia, desenvolvido pela Associação Raízes, em parceria com a Petrobras. A iniciativa, com duração de dois anos, teve início em novembro de 2018 e segue até outubro de 2020, levando e incentivando os estudantes ao prazer pelo hábito da leitura e da escrita. Nesta quarta-feira (21), foi dia de atividade na unidade de Machadinha, que tem mais de 40 estudantes envolvidos na ação.
Diretor da escola, Alan Alves destaca a relevância das atividades. “O projeto chegou até a gente por meio da Associação Quilombola e tem acrescentado muito, porque são oficinas que despertam o interesse dos alunos, com atividades diversificadas, e isso contribui muito para o nosso dia a dia. Os alunos estão bastantes empolgados e nossa expectativa é de que as ações sejam contínuas”, disse.
Na Escola Délfica de Carvalho Wagner, com a participação de 90 alunos nas oficinas, o resultado não tem sido diferente. “O projeto é de suma importância, pois aproxima os alunos da poesia e das diversas formas de textos de maneira lúdica e dramatizada. E observamos que há um grande envolvimento por parte dos alunos, pois todos querem participar de todas as propostas”, frisou o diretor José Martins.
Alcimere Siqueira é coordenadora educacional do Projeto, pela Associação Raízes, e acompanha de perto as ações desenvolvidas nas escolas. “Essa iniciativa tem como objetivo contribuir na questão da leitura e escrita das crianças, por meio da poesia, ou seja, a poesia é nossa ferramenta. Trabalhamos com literatura infantil, envolvendo crianças do 3º e 4º anos em oficinas, que abordam a desconstrução do formato escolar. As atividades são realizadas de forma lúdica e descontraída para as crianças se soltarem. Através da arte, temos conseguido um avanço muito maior no despertar das crianças”, explicou.
Além de Quissamã, o Projeto Navegando na Poesia é desenvolvido também nos municípios de Macaé, Carapebus, Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana e São João da Barra e envolve, no total, 40 unidades de ensino da Bacia de Campos.
No decorrer dos anos de projeto são promovidas oficinas literárias, com professores do 3º e 4º anos do ensino fundamental I; produção do kit pedagógico “Vamos brincar de poesia”, composto por duas revistas; oficinas literárias com os educandos com produções de poesias; rede para trocas entre educadores do projeto e das escolas; festivais de poesias, saraus literários entre as escolas e comunidades; publicação de uma coletânea com seis livros de poesias produzidas pelos educandos e lançamento dos livros em cada município.

Galeria de Fotos