Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Passeio ciclístico marca aniversário de emancipação

Um passeio ciclístico marcou, na manhã desta quarta-feira (4), o 28º aniversário de emancipação político-administrativa de Quissamã. O percurso de 34 quilômetros teve início em frente ao Centro Cultural Sobradinho, no Centro da cidade, e chegada na praia de João Francisco, onde os participantes foram recebidos para um café da manhã com a presença da prefeita Fátima Pacheco e do vereador José Borba.
A organização do evento, que contou ainda com representantes de Carapebus, Macaé, Niterói, Paracambi e Valença, coube à Associação de Guardas Municipais, com o apoio da Associação de Ciclistas de Quissamã, da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil e da Coordenadoria Municipal de Esporte, além da parceria com o comércio local, que doou água e frutas distribuídas em pontos pré-estabelecidos.
A organizadora Josélia Almeida (GM Almeida) destacou que o passeio ciclístico vem ganhando a cada ano mais adesões de outros municípios. “O trajeto foi ampliado, uma vez que o primeiro evento, em 2014, foi realizado no entorno da cidade, e agora cobre uma parte do município. Além de proporcionar o encontro de ciclistas do estado do Rio de Janeiro, desenvolvemos campanhas educativas contra a violência no trânsito. Os primeiros 50 inscritos ganharam a camisa para o encontro”, explicou.
O comandante da Guarda Municipal, Arilson Barros, lembrou que o passeio é fundamental para a troca de experiências. “O evento é muito importante para repassarmos a todos os participantes às mudanças no trânsito, através de um trabalho preventivo”, ressaltou.
O circuito este ano incluiu volta na praça principal, canal, Penha, Estivinha (no Parque de Jurubatiba), com saída no trevo em direção à praia.
A desportista Fernanda Barcellos, da Associação de Ciclistas de Quissamã, destacou que o passeio permite a união de pais, filhos e amigos, principalmente das mulheres e mostra a importância do pedal para a saúde e bem-estar. “Apoiamos a iniciativa porque é um exercício democrático, que pode ser praticado por pessoas com condicionamentos físicos diferentes. o ciclismo pode prevenir e até curar doenças, como depressão e ansiedade. A bicicleta trabalha a dinâmica aeróbica e mental ao mesmo tempo”, finalizou.

Galeria de Fotos