Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Papo de Menina será lançado no próximo dia 17

A Prefeitura de Quissamã lança, no próximo dia 17 (quarta-feira), às 14h, no Auditório da Prefeitura, o Programa Papo de Menina, iniciativa que vai distribuir itens de cuidados básicos de higiene às jovens matriculadas na rede municipal de ensino, a fim de suprir a carência gerada pela pobreza menstrual. Atualmente, no Estado do Rio, apenas a Prefeitura da capital realiza essa distribuição, que começou no dia 13 de outubro. Durante o evento serão distribuídos os primeiros kits, que mensalmente chegarão às alunas da rede municipal de ensino, compostos por necessaire, absorvente e sabonete íntimo.
De acordo com a pesquisa “Livre para Menstruar”, do Grupo Girl UP Elza Soares, o problema afeta uma a cada quatro adolescentes no País. Dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância e Adolescência revelam que são mais de quatro milhões de meninas em idade escolar no País, com o mesmo problema. No Estado do Rio, o Girl Up ganhou a adesão do deputado estadual Renan Ferreirinha, atual secretário de Estado de Educação, que pretende realizar a distribuição de absorventes íntimos, também pela rede estadual de ensino. A pesquisa aponta, ainda, que uma pessoa pode gastar entre R$ 3 mil e R$ 8 mil em absorventes durante a vida.
Meninas e mulheres sem acesso à políticas públicas que preconizam essa distribuição, acabam improvisando absorventes íntimos com diversos materiais maleáveis, como meias ou pedaços de tecido, papéis, inclusive usados e outros, colocando a própria saúde em risco.
O mesmo levantamento feito pelo Grupo Girl Up, mostra que sem acesso a absorvente íntimo, muitas já deixaram de ir à escola e omitem o motivo das faltas, prejudicando o rendimento escolar. A pobreza menstrual é também, uma das causas de evasão escolar.
Com o Programa, uma iniciativa do Executivo Municipal, a Prefeitura de Quissamã vai fornecer o kit mensalmente com absorvente feminino e sabonete íntimo. Serão beneficiadas cerca de 1,4 mil meninas do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jove
– Um número considerável de meninas deixa de ir às aulas por não terem o absorvente íntimo e esse quadro se agravou com a pandemia em nosso País. É inadmissível que em pleno Século 21, a gente se depare com essa situação, ignore ou faça deboche. O ganho não será apenas na Educação, mas também na Saúde e no Social, frisou a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco.
Além do kit de higiene, o Papo de Menina prevê a realização de rodas de conversa sobre empoderamento feminino, saúde da mulher, violência e o futuro da mulher no mercado de trabalho. Os kits serão entregues aos pais e responsáveis de acordo com o calendário definido por cada unidade escolar. A secretaria de Educação estuda, ainda, a possibilidade de alinhar a entrega com as ações desenvolvidas pela secretaria de Saúde, nas unidades da Estratégia de Saúde da Família.

Galeria de Fotos