Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

“Janeiro Branco” aborda importância de refletir sobre a saúde mental

Janeiro é dedicado à conscientização da importância do cuidado com a saúde mental, por representar, simbolicamente e culturalmente, um mês de renovação de esperanças e projetos na vida das pessoas. Com base nesta proposta, a Coordenação de Saúde Mental realizou, na tarde desta terça-feira (16), o lançamento da Campanha “Janeiro Branco”. Os usuários do Centro de Assistência Psicossocial (Caps) foram levados para a entrada da sede da Prefeitura de Quissamã, fazendo um corredor humano para marcar a campanha.
A diretora do Caps, Elizabeth de Azevedo, destacou que a ação foi uma maneira de mostrar o trabalho desenvolvido pela equipe do espaço, atualmente formada pela acompanhante terapêutica, responsável pela oficina de geração de renda, Cândida Alexandria; da Terapeuta Ocupacional Mara Lúcia Pereira; da psicóloga Valeska Sellem; e da técnica de enfermagem que acompanhou o grupo, Rosimere Bernardo.
“Esse corredor humano é um forma de colocar nossos pacientes na rua, para que possam interagir com outras pessoas que não fazem parte do seu dia a dia, pois, infelizmente, muitas famílias não enxergam dessa forma”, ponderou Elizabeth.
Atualmente, o Centro de Assistência Psicossocial atende cerca de 165 pacientes; sendo aproximadamente 60 intensivos, ou seja, que frequentam o local diariamente; os não intensivos, que tomam medicamentos orientados pelos médicos da rede; os que fazem parte da porta de entrada; e os que ainda estão passando por avaliação da equipe. No Caps, os usuários recebem café da manhã e almoço; além de participarem das oficinas terapêuticas: cultivando saúde, formado por homens; Louco por você, composto por alcoólatras mais autônomos; e as oficinas do mesão, que são atendidos com atividades mais lúdicas e esportivas, realizadas no Ginásio Poliesportivo Walth Müller Pessanha.
De acordo com o Coordenador de Saúde Mental, Danilo Melchiades, o “Janeiro Branco” é uma campanha criada e promovida por psicólogos com o propósito de convidar a população a distribuir a importância do cuidado com a saúde mental em busca de mais felicidade e qualidade de vida.
“A conscientização se faz imprescindível uma vez que os cuidados com a saúde mental ainda são alvo de preconceito. Atualmente, vivemos em um período em que hipervalorizamos as aparências. Buscamos aparentar que estamos sempre bem, e buscar ajuda profissional poderia ser um sinal de fraqueza. Além disso, o pouco conhecimento sobre o que é e para que serve a psicologia, apenas aumenta este preconceito. Cuidar da saúde mental é autoconhecimento, é evitar doenças e criar estratégias de como lidar com as diversas situações de vida”, explicou Danilo.

Galeria de Fotos