Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

IFF planeja novos cursos para atender às demandas do município

A parceria da Prefeitura de Quissamã com o Instituto Federal Fluminense (IFF) tem trazido ótimas oportunidades para os moradores locais e da região, com oferta de cursos e eventos que atendem à demanda do mercado e também de inclusão social, como o que já acontece em parceria com Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), o Projeto de Extensão “Borboletas são flores que aprenderam a voar”, pensado para abrir novos espaços de interação para paciente mental e psiquiátrico.
Novos cursos estão sendo planejados e já devem acontecer no próximo ano. “A princípio temos o curso técnico de alimentos, que estamos construindo em pareceria com a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, e estamos pleiteando a viabilização dele pelo Pronatec. E, por isso, nosso próximo passo é partir para o ministério de Ciência e Tecnologia, de posse desse projeto construído em parceria com o município e com aval dos municípios do entorno, de quem solicitamos informações para construir a justificativa da necessidade dele na região. E a intenção é já começar a funcionar em 2018. O curso de energia é um outro processo, que está sendo construído dentro do IFF e precisamos de um tempo para terminar a grade dele e que, também, é para 2018”, esclareceu a diretora Aline Estaneck.
Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso, esses cursos vem se somar ao esforço que o município vem fazendo de ofertar qualificação de mão de obra em segmentos que estão carentes dentro do município. E, dentro do técnico de alimentos, está embutido o de agronegócios que é voltado para a produção agrícola. E o FIC, que é muito interessante, e atende o pessoal da zona rural, de menor escolaridade ou mesmo aqueles que trabalham no comércio, cobrindo assim dois segmentos importantes. Ou seja, aos que não tem o ensino fundamental e aqueles que vão se capacitar, concomitantemente, fazendo o ensino médio com o técnico.
“Há uma série de parcerias com o IFF. Para os idosos com a Universidade da Terceira Idade, que está sendo pensada e pode ter início ainda este ano. Na área da juventude, a instituição está abrindo 20 vagas, com inserção dos nossos jovens com complemento de renda para desenvolver ações em diversos espaços, inclusive no Instituto. Para as mulheres do Renda Mínima, através de cursos em parceria com a secretaria de Assistência Social. A qualificação profissional é um importante instrumento de transformação social e uma das prioridades de nossa gestão,” explicou a prefeita Fátima Pacheco.
Ela falou ainda sobre o curso de Formação Inicial e Continuada (FIC), que vai atender ao Micro Empresário Individual (MEI), ao pequeno produtor e todos que trabalham com fabricação de alimentos e que não precisam ter uma escolaridade elevada e que vai durar oito meses. E ainda do curso técnico de alimentos, com duração de dois anos, que é um ganho muito grande, já que é preciso receber os turistas e qualificar cada vez mais nossa mão de obra.

Galeria de Fotos