Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Hasteamento de bandeiras e missa marcam os 33 anos de emancipação de Quissamã

Neste 4 de janeiro, terça-feira, foram celebrados os 33 anos da assinatura da emancipação político-administrativa de Quissamã. Pela manhã, missa, hasteamento de bandeiras e inauguração da revitalização da sede da Guarda Civil Municipal. A programação segue à noite, às 20h, com show da Banda Celebrare, no pátio da Igreja Nossa Senhora do Desterro.
O hasteamento da bandeira aconteceu tradicionalmente no jardim da Prefeitura e contou com as presenças da prefeita Fátima Pacheco; o vice-prefeito, Marcelo Batista e o comandante da GCM, José Carlos Sabino. A cerimônia foi acompanhada por secretários, subsecretários, vereadores e servidores.
Em seguida, na Igreja Nossa Senhora do Desterro, o padre Mauro Sérgio Souza Nunes celebrou a missa em ação de graças pela história do Município. Na homilia, o sacerdote destacou a necessidade das pessoas resgatarem a humanidade. “A capacidade que a gente tem que ter de sensibilizar com o outro, sofrer com o outro. Estamos saindo de uma pandemia, espero que não volte. E agora o que vamos fazer? Agora é hora de renovar a esperança, acreditar em si mesmo, no país, na cidade onde vivemos. Precisamos entender que todos nós somos lideranças”, frisou o religioso.
Ao final da celebração, o padre destacou a diversidade de opiniões e convidou as lideranças políticas presentes para deixarem uma mensagem para a população nesse momento de comemoração. A prefeita Fátima Pacheco destacou a pregação sobre compaixão e o desenvolvimento de Quissamã.
– Padre Mauro tem sempre uma homilia que toca o coração e também coloca os pés no chão. Agradecer sempre as lideranças que 33 anos atrás sonharam esse sonho e o tornaram realidade. Vejo Dona Conceição, uma senhora de 80 anos, que faz inglês no IFF e imagino como foi a infância dela longe da escola, como era a iluminação naquela época. Hoje, temos uma cidade estruturada com saúde, educação de referência. A homilia fala sobre compaixão, sobre se colocar no lugar do outro, escuta diária, parceria, mão estendida e é isso que temos feito durante todo o mandato: ouvir, acolher e incluir. Nesta cidade, não faltou nada à população e isso não é mérito heroico, é trabalho em equipe e harmonia com a Câmara que precisamos exercer todos os dias, enfatizou a prefeita.
O vice-prefeito ressaltou que o momento é de reflexão. “Primeiramente, devemos agradecer a Deus e parabenizar todos aqueles que lutaram pela emancipação para que, hoje, possamos desenvolver a nossa cidade. Que Deus continue iluminando, dando forças para a nossa administração, gestores e legisladores. Nada terá resultado se nós, como seres humanos, não estivermos lutando para que a nossa cidade continue prosperando. ”.
O vereador Ailson Belarmindo destacou a importância das políticas públicas para promover a vida das pessoas.
– Em Quissamã, em especial neste período de pandemia, não faltou o CRAS, primeiro emprego, bolsas de estudos, não faltou sonhos. A administração pública sempre se apresentou com uma iniciativa para resgatar a esperança da população e por isso estamos aqui. Não existe nada mais grandioso do que servir, frisou Ailson Belarmindo.

Galeria de Fotos