Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Fliq 2022 possibilita que aluno adquira livro do próprio professor

O gosto pela leitura e admiração ao seu professor de português fez Vinícius de Oliveira, jovem estudante da Escola Municipal Maria Ilka de Queirós e Almeida, ultrapassar o ambiente de sala de aula. Morador de Santa Catarina e aluno do autor quissamaense Fábio Marçal, Vinicius fez questão de adquirir o livro do professor durante a 3ª Feira Literária de Quissamã- Fliq.

A Prefeitura de Quissamã, por meio da Secretaria Municipal de Educação, preparou um espaço dando destaque aos escritores quissamaenses durante a Fliq. São autores de diferentes gêneros, como ficção, crônica, história, literatura, entre outros, que ficam no espaço para exposição, abordagem e comercialização de suas obras, com um estande durante os quatro dias de evento.

“Nada melhor que chamar aquelas pessoas que são de Quissamã e que investem na literatura para ter um momento especial conosco nesta Feira Literária. E nosso objetivo sempre será de ampliar cada vez mais o espaço para escritores locais e ampliar também o espaço aos diversos tipos de literatura, às linguagem e tipos de expressão”, comentou a Secretária de Educação, Helena Lima.

O livro “Sujeitos indeterminados e seus eus: graus de subjetividade em estruturas de indeterminação” é um livro que Fábio Marçal mostra que é possível compreender o conceito de sujeito indeterminado em sua profundidade linguística.

Segundo o próprio autor, não é um livro de fácil acesso para adolescentes, já que foi produzido com base em sua dissertação de mestrado. Mas para Vinícius, o tema foi determinante para a escolha.

“A Fliq está sendo muito incrível e emocionante. Muito legal poder comprar um livro de um professor meu sobre um assunto que gosto bastante. Estou ansioso para ler, mas só vou começar na segunda, porque vou estar na Fliq todos os dias”, disse o estudante.  

O professor e escritor destaca que é de costume incentivar a prática da leitura aos seus alunos. Comenta que a oportunidade em aprender novos assuntos desperta o interesse dos mais jovens.

“É só a partir do contato que o aluno desperta a curiosidade em aprender coisas novas, através da leitura. A gente às vezes pensa que não surte efeito, mas acabamos sendo uma referência, uma influência positiva, de uma forma que a gente nem imaginava. É gratificante ver um aluno adquirindo meu livro em meio a tantos outros. Tem uma importância acadêmica e, também, ajuda no estímulo à maturidade”, contou Marçal.

O evento acontece na Praça Brigadeiro José Caetano entre os dias 3 e 6 de novembro. Promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Educação, conta com mais de 60 atrações, totalizando cerca de 90 horas de atividades.

Galeria de Fotos