Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Festa Folclórica vai mostrar cultura de cinco regiões brasileiras

Quissamã vai sediar, neste final de semana, a Festa do Folclore “Pedacinhos do Brasil”. Na sexta (18) e no sábado (19), as apresentações de jongo, fado, bois malhadinhos e folia de reis, entre outras, vão ser desenvolvidas no Parque de Exposições, com entrada franqueada ao público entre 19 h e 1 h. A promoção é da Coordenadoria Especial de Cultura e Lazer em parceria com diversas secretarias, entre elas a de Educação.
As atrações acontecem na Casa de Taipa, com comidas típicas do Norte; no restaurante do Parque, com culinária quilombola do complexo Machadinha e no gramado, em frente ao palco, estarão as barracas com comidas e danças típicas das cinco regiões brasileiras. As escolas, que trabalharam os temas em sala de aula, foram sorteadas por região.
Para o coordenador Especial de Cultura e Lazer, Oscar Luiz Chagas, “a população do Brasil é uma mistura rica entre índios, brancos europeus e negros”.
— As etnias que formaram a matriz cultural do país ainda estão presentes no dia a dia. Temos um mosaico de diferentes vertentes que formam, juntas, a cultura brasileira muito rica em tradições religiosas e folclóricas, no campo imaterial — disse.
Programação — Na sexta (18) será a vez do jongo, às 19 h; Boi Malhadinho, às 20 h; show de trio de forró Lamparão, na Casa de Taipa, e show Batucagem S/A com o cantor Robson Farah, às 23 h, no palco principal, mais as danças da CMEI Manoel Ribeiro, “Bate o Pé”, de Roberto Leal; Semente do Futuro, “Bate forte o tambor”; Regina Celi, dança do pezinho; Délfica Wagner, A fusão de etnias… nasce o Carnaval; Carlos Cruz, frevo; Nelita Barcelos, Carnaval; Miguel Ângelo, pot pourri; Ciep Amilcar Pereira da Silva, dança siriri; Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Idoso, quadrilha e oficinas do Sobradinho, história do Boi Malhadinho e Aquarela do Brasil.
No sábado (19), as apresentações ficarão por conta da Folia de Reis, de Cordeiro (RJ), às 19 h; Fado, às 20 h, na Casa de Taipa, e Quadrilha, às 21 h; forrozinho “Feira de Mangaio”, da oficina do Sobradinho; Além de show com Cacalo e banda, às 23 h; mais as danças da CMEI Raquel Maria, country; Creche Rachel Francisca, forró; Felizarda de Azevedo, jongo; Maria Ilka, baião “Vem Morena”; Ignácio Hugo, maçanico e carreirinha; Maria de Lourdes, xaxado; Tânia Regina, carimbó; Cene, a festa do Boi Bumbá; Cenecista, a bailarina, e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, capoeira e maculelê.
De acordo com uma das parceiras, a secretaria municipal de Educação, escolas particulares, municipais e federal, além de inscritos em programas sociais da Prefeitura vão participar da Festa Folclórica. “Esse momento de interação entre as escolas é de suma importância, pois também com essa ação procuramos refletir a adversidade cultural do país, já que cada região nos presenteia com algo específico de sua cultura, e essa junção cultural torna a nossa Quissamã e consequentemente o nosso Brasil único”, comentou o secretário Róbisson Serra.

Galeria de Fotos