Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Estado informa que vai liberar vacinas contra febre amarela ainda este mês

A Secretaria de Saúde de Quissamã tem seguido o protocolo emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que define os prazos sobre a vacinação em massa contra a febre amarela. Mas, como não está na área considerada de risco, o município ainda não recebeu as vacinas que, para alguns municípios, já começou a ser liberada.
A coordenadora de Imunização, Natália Vilaça, participou na quinta-feira (16) de Encontro Estratégia de Vacinação Contra Febre Amarela no Estado do Rio de Janeiro, que aconteceu na capital do Estado. “Por não fazer limite com Casimiro de Abreu, onde foram confirmados os primeiros casos do Estado, e nem estar entre os listados para vacinação de bloqueio, Quissamã ainda não recebeu as vacinas para imunização da população, o que deverá acontecer até o final do mês”, esclareceu.
Segundo informações fornecidas pela SES, todos serão vacinados assim que as vacinas forem disponibilizadas para o município. Na Coordenadoria, atualmente, existem doses suficientes para vacinar aqueles que forem viajar para áreas de risco. E, para isso, é preciso agendar a data no Centro de Saúde. Esse agendamento se faz necessário porque são utilizados frascos com 5 e 10 doses e que, após abertos, tem validade de, no máximo, 6 horas. Depois disso, devem ser descartados.
Sintomas – Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a febre amarela tem sintomas que duram, no máximo, duas semanas e, nos casos mais graves, evoluem para hemorragia e insuficiência de múltiplos órgãos. A febre normalmente fica entre 39º e 41º e dura, em média, 10 dias. O paciente infectado apresenta náuseas e vômitos, dor de cabeça, e dores moderadas a intensas nas articulações.

Galeria de Fotos