Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Espaço de Apoio Pedagógico garante suporte pedagógico e mediação de aprendizagem para alunos da rede municipal

Logo na chegada, um aviso importante. “Sua viagem será de muita aprendizagem”. A mensagem traduz perfeitamente o ambiente vivenciado por cerca de 50 alunos da rede pública municipal, entre crianças e adolescentes, no Espaço de Apoio Pedagógico (EAP), oferecido pela Prefeitura de Quissamã, através da Secretaria Municipal de Educação.

O EAP atende alunos do primeiro e segundo segmento que tenham dificuldades pedagógicas, encaminhados pelas escola através do Núcleo de Atendimento ao Educando (NAE). Duas vezes por semana, durante uma hora, os alunos recebem suporte pedagógico de cinco professores com atendimentos separado por ambientes, divididos em quatro salas, sempre no contraturno da escola.

“O Projeto é muito importante. Está sendo muito positivo esse atendimento mais próximo, já que são grupos de no máximo 4 alunos. Estamos seguindo o planejamento com toda dinâmica que o Espaço propõe e vamos contribuir ainda mais para a o avanço pedagógico dos jovens. Alguns alunos em poucos meses já estão aptos para dar continuidade ao processo de aprendizagem na escola sem necessidade do suporte pedagógico do EAP, outros ficam mais tempo conosco”, ressaltou a Coordenadora de Educação Básica do Espaço de Apoio Pedagógico (EAP), a professora Joelma Barcelos Marins Reis.

Nas salas de mediação de aprendizagem, é desenvolvido o trabalho de reforço, diretamente pedagógico, para as crianças que ainda não atingiram os objetivos necessários nas séries iniciais. Estudantes com dificuldades de aprendizagem são estimulados por professores psicopedagogos nas salas multifuncionais. O Espaço oferece salas decoradas e preparadas para estimular a evolução de cada aluno.

“Em caso de alunos com maior atraso, o professor promove o lúdico, com jogos, para a compreensão ser mais fácil. Essa parte visual e tátil atraem a atenção para alcançar o nível de aprendizagem desejável, pois são crianças que precisam de um estímulo maior”, disse.

Quando alunos fecham laudos com deficiência, o EAP prepara relatórios e encaminha para acompanhamento no Centro de Atendimento Educacional Especializado de Quissamã (CAEEQ) – Centrinho.

Galeria de Fotos