Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Emoção marca a formatura da Universidade Aberta da Terceira Idade

A manhã desta sexta-feira (6) foi marcada por muita emoção e encantamento no auditório do Instituto Federal Fluminense (IFF), com a formatura de 70 idosos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), que participaram do projeto de extensão Universidade Aberta da Terceira Idade (Unati), uma parceria entre a Prefeitura e a instituição tecnológica, que desde setembro ofertou aos envolvidos oficinas de artes, eletricidade, canto/coral, inglês, espanhol e informática. A programação foi marcada por apresentações artísticas dos formandos.
A cerimônia de encerramento contou com a participação da prefeita Fátima Pacheco; da secretária de Assistência Social, Tânia Regina Magalhães; da subsecretária Rosane Barros; da diretora do campus Quissamã do IFF, Aline Estaneck; da coordenadora do curso Jane Fernandes; da coordenadora do SCFV dos Idosos, Maria Madalena Moreira; da coordenadora do Cras I Rosemar Lemos; da Coordenadora do Cras de Barra do Furado, Ivandra Linhares e outros profissionais da Assistência.
Fátima enfatizou a relevância da parceria que o IFF proporcionou aos munícipes. “A união IFF e Prefeitura vêm possibilitando novas oportunidades à nossa população, inserindo nossos idosos, assistidos do Caps, dos programas sociais, mulheres vítimas de violência, enfim, o IFF hoje está de portas abertas a todos. No nosso governo, a prioridade não é a construção de novos prédios, e nosso maior avanço é edificar pessoas. Observar nossos idosos inseridos na Educação, aprendendo espanhol, artes e tantas outras oficinas nos emociona, assim como a emoção de cada formando e formanda ao subir as rampas do IFF e saber que passaram a fazer do campus. O sentimento é de gratidão”, ressaltou.
A diretora Aline Estaneck reforçou o papel da unidade. “Os Institutos Federais de Educação, Ciências e Tecnologia têm como base o ensino, pesquisa e extensão, trabalhando junto em prol da comunidade e a Unati, é um projeto de extensão. Receber os idosos aqui no campus, por meio dessa iniciativa é nossa obrigação, aqui é o lugar deles, é lugar de todo grupo da sociedade. Os institutos federais têm que ser agentes de transformação social, agentes de promoção de políticas públicas de inclusão. E os objetivos de projetos como esse, e como o que a gente tem com o Caps, prima por articular o ensino e a pesquisa com as demandas da sociedade, que estabelece mecanismos de integração entre o saber acadêmico e o saber popular. Também contribuiu para que a partir dessa convivência, possamos repensar a nossa prática pedagógica e nossa maneira de olhar e perceber a sociedade, e favorece que a gente repense o conceito de sala. É bom para vocês estarem aqui, mas é muito melhor para nós. Espero que vocês estejam aqui sempre”, frisou a diretora do campus Quissamã.
“Sonho que se sonha junto se concretiza e se torna realidade. A gente olha para o exemplo de cada idoso aqui presente e isso nos motiva cada vez mais. Vocês estão na melhor idade, já sofreram, enfrentaram obstáculos e desafios, e são guerreiros. Obrigada também a todos os professores pelo carinho enorme que têm com vocês”, ressaltou a coordenadora do curso Jane Fernandes.
A secretária de Assistência Social, Tânia Regina Magalhães, também falou da importância da parceria entre o IFF e a Prefeitura. “É uma parceria que deu certo e só veio agregar ao nosso município, promovendo a inclusão. Essas oportunidades oferecidas a vocês comprovam que estamos no caminho certo”, destacou Tânia.
“Acreditamos que nossos idosos são capazes de ir adiante e conquistar novos objetivos e assim realizando seus sonhos. Que a partir de hoje nossos formandos possam repassar tudo que aprenderam com muito amor”, completou a subsecretária de Assistência Rosane Barros.
“Foi um prazer participar de mais essa cerimônia de formatura dos nossos idosos e ver a alegria em cada rostinho. Aproveito para agradecer e parabenizar a todos que conseguiram concluir essa etapa. Agradeço também ao IFF e todos os profissionais por todo carinho e que em 2020 possamos estar aqui novamente”, disse Maria Madalena Moreira, coordenadora do SCFV da Pessoa Idosa.
Maria da Conceição de Souza, 86 anos, foi uma das formandas e estava radiante por fazer parte do projeto. “Por muitas vezes, eu e meus colegas chegamos a pensar que o IFF não era para nós, e hoje estamos aqui e fazemos parte da história do campus e o campus, assim como todos os profissionais, fazendo parte de nossa história. A emoção foi grande quando subi as rampas da unidade pela primeira vez. Só tenho a agradecer a todos os envolvidos pela oportunidade”, pontuou a aposentada.

Galeria de Fotos