Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Dia D de vacinação em Quissamã com grande movimentação

A Secretaria de Saúde, por meio do Programa de Imunização, realizou neste sábado (30), o Dia D da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Nesta primeira fase, que vai até o dia 2 de maio, o público-alvo foram os idosos com 60 anos ou mais, crianças de quatro meses a menores de cinco anos de idade e os trabalhadores da área da saúde.
Todas as Unidades de Saúde da Família – USF estavam abertas, além do Centro de Saúde Benedito Pinto das Chagas. A vacina contra a gripe pode ser administrada junto com outras vacinas do Calendário Nacional de Imunização, incluindo a da Covid-19. A única exceção nestes casos, foi para crianças de cinco a 11 anos, que devem aguardar um período de 15 dias entre as vacinas da Covid-19 e Influenza.
A equipe da Unidade de Saúde da Família – USF de Alto Grande vacinou os moradores da Penha na Escola Municipal Ignácio Hugo Souza, para facilitar o deslocamento dos usuários. Já os profissionais da USF do Centro saíram para imunizar os idosos em casa, em função da fragilidade deles na questão da mobilidade.
A vacina trivalente utilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é produzida pelo Instituto Butantan (SP) e todos os anos passa por atualização para que a dose seja efetiva na proteção contra as novas cepas do vírus identificadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nesta campanha, a imunização protegerá contra os subtipos da Influenza A (H1N1 e H3N2) e um subtipo da Influenza B.
“Na hora é muito doloroso vê-lo tomando duas vacinas, a segunda dose do sarampo e da Influenza e chorando como se fosse a pior dor do mundo, mas estou zelando pela saúde dele”, declarou Adriana Valéria Silva do Carmo, mãe do Arthur, de um ano e cinco meses.
No caso das crianças de seis meses a menores de cinco anos que já receberam ao menos uma dose da vacina Influenza ao longo da vida em anos anteriores, deve se considerar o esquema vacinal com a apenas uma dose em 2022. Já para as crianças que serão vacinadas pela primeira vez, a orientação é agendar a segunda dose da vacina contra gripe para 30 dias após a primeira dose.
A subsecretaria de Saúde, Sabrine Pereira, falou sobre a importância dos usuários tomarem as vacinas em dia. “A campanha de multivacinação é fundamental para atualização da carteira vacinal e promover o cuidado com os munícipes. Vacina salva vida”, declarou Sabrine.
“O objetivo é diminuir a sobrecarga nos sistemas de saúde e contribuir com a prevenção de possíveis surtos de doenças respiratórias causadas pelo vírus da Influenza. A vacinação diminui a carga do vírus, reduz os sintomas e também auxilia no diagnóstico diferencial para a Covid-19”, declarou a coordenadora do Programa de Imunização, Natália Villaça. As crianças de seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias, também puderam tomar a vacina contra o sarampo.

Galeria de Fotos