Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Depoimentos marcam roda de conversa do Bolsa Atleta

Informação, reconhecimento e muita emoção marcaram a roda de conversa entre os beneficiados pelo Programa Bolsa Atleta e suas famílias com a prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco; a coordenadora de Esporte e Juventude, Ísis Chagas; o secretário de Governo, Marcinho Pessanha; o vereador Cássio Reis; e os professores Joelson Galson, do Taekwondo, e Fábio Guimarães, do Jiu-Jitsu. O evento aconteceu na manhã desta segunda-feira (17), no auditório da Prefeitura.
Histórias de superação foram narradas pelas mães e pelos próprios atletas, com momentos que emocionaram os presentes, como a do atleta portador de necessidades especiais, que por conta da dedicação ao Jiu-Jitsu e ao Taekwondo teve sua vida totalmente modificada e hoje tem maior autonomia. “O edital foi totalmente inclusivo e por isso o Andrey é bolsista. E a prática esportiva o fez um adolescente disciplinado, educado, motivado, com foco e metas. Ele sabe que hoje o céu é o limite”, frisou Andréa Oliveira, mãe do atleta.
Em outro depoimento, uma mãe falou de como o esporte salvou a vida de seu filho, agora bolsista. “Ele sofria bullying e foi se isolando. O alerta só chegou quando alguém falou em suicídio e comecei a revistar as coisas e o quarto dele e acabei encontrando uma faca. Conversei, procurei ajuda e foi no esporte que ele conseguiu forças para superar tudo isso e hoje é um campeão que, inclusive, serve de referência para os colegas”, resumiu.
“Temos hoje 13 modalidades esportivas em funcionamento e, a partir de janeiro, teremos ainda a escolinha de surfe em Barra do Furado, com equipamentos de ponta e profissionais qualificados. É importante investir no esporte porque eleva a autoestima, previne muitas coisas, faz a pessoa avançar e leva o nome da cidade para além dos próprios limites. Mas para formar um atleta de ponta, vários fatores influenciam. Primeiro, a própria determinação da pessoa, a superação. O treino com o professor, que eleva a autoestima. Da família, que incentiva, que leva aos treinos e competições. Isso é investir na vida”, destacou a prefeita Fátima, ao lado de Marcinho Pessanha, autor da lei que criou o Bolsa Atleta, em 2012, quando era vereador.
Segundo Ísis Chagas, o encontro foi uma conversa sobre como a política pública influencia a vida de um atleta, como a inclusão social, a disciplina e o esporte podem mudar a vida das crianças e jovens. “Não é só vencer que interessa, mas qualidade de vida e história para a vida. É um crescimento integral, que envolvem vários fatores. Investir no esporte é investir em segurança pública, porque tira o jovem da rua e dos envolvimentos errados. É investir em saúde, já que o atleta tem uma vida mais regrada e alimentação mais saudável. É investir em educação, já o atleta precisa de boas notas, bom relacionamento e respeito aos demais. Ou seja, investir em esporte é investir em todas essas áreas também”, analisou.
Para Joelson, o esporte está atrelado à saúde, já que quem pratica alguma modalidade esportiva raramente adoece e quando isso acontece tem uma recuperação muito mais rápida. A prática esportiva aumenta a autoestima e o condicionamento físico. “O Bolsa Atleta vai nos permitir ter muito mais atletas participando de competições e levando o nome de Quissamã ao pódio”, afirmou.
Já Fábio falou da parte social e da integração dos que praticam um esporte. “Sempre tenho alunos que chegam com autoestima muito baixa e após algum tempo treinando já estão de cabeça erguida, encarando a vida com outros olhos, porque sabem que podem avançar. Mas nós não fazemos milagres e precisamos do apoio da família e de políticas voltadas para o esporte. Aos pais, falo que são fundamentais nas vidas dessas crianças e jovens. Mesmo quando não podem participar, saibam que uma palavra de incentivo muda tudo”, completou.

Galeria de Fotos