Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Defesa Civil realiza ação no Dia Estadual para Redução de Desastre

Participando da programação alusiva ao Dia Estadual para Redução de Desastre, que é nesta quarta-feira (29), a Defesa Civil de Quissamã faz parte do maior exercício simulado de desocupação de escolas do Brasil, atuando em duas escolas municipais. O objetivo, em todo o Estado, é mobilizar cerca de mil e quinhentas escolas públicas e particulares, abrangendo aproximadamente 300 mil pessoas, entre alunos, professores e funcionários.
Em Quissamã, a escola escolhida para participar do simulado foi a E.M. Regina Celi que conta com 300 alunos e um total de 60 professores e funcionários. Todos participaram atentamente da ação, que visa preparar a comunidade escolar para uma desocupação de urgência, de forma ordenada e segura, garantindo assim o menor risco possível a todos, seja em caso de incêndio, de outro desastre ou incidente.
“Esse simulado serve para que professores e funcionários aprendam como agir em caso de incêndio ou acidente grave. A ideia da Defesa Civil não é agir, mas orientar para que os funcionários, que já estão no local, saibam como agir, como retirar e para onde levar as crianças. Iniciamos hoje em duas escolas, mas a intenção é fazer o simulado em todas as escolas do município”, esclareceu o coordenador da Defesa Civil, em Quissamã, Marcos Alves.
Como agir em caso de incêndio: Manter a calma; agir imediatamente, evitar perplexidade e letargia; caminhar em ordem e sem atropelos; não correr e não empurrar; não gritar e não fazer algazarras; não ficar na frente de pessoas em pânico, se não puder acalmá-las, evite-as. Se possível avisar um brigadista; todos os empregados, independente do cargo que ocupam na empresa, devem seguir rigorosamente as instruções do brigadista; nunca voltar para apanhar objetos; não se afastar dos outros conhecidos, se algo acontecer com você, eles saberão; não parar nos andares; levar consigo os visitantes que estiverem em seu local de trabalho; sapatos de salto alto devem ser retirados; brincos grandes devem ser retirados; cabelos muito compridos devem ser mantidos presos; não acender ou apagar luzes, principalmente se sentir cheiro de gás; deixar a rua e as entradas livres para a ação dos bombeiros e do pessoal de socorro médico; entender como seguro o ‘Ponto de Encontro’ pré-determinado pela brigada e aguardar novas instruções. Em locais com mais de um pavimento: nunca utilizar o elevador; não subir, procurar sempre descer; ao utilizar as escadas de emergência, descer sempre utilizando o lado direito da escada. Os bombeiros subirão pela sua esquerda. Nunca retirar as roupas, procurar molhá-las a fim de proteger a pele da temperatura elevada; se houver necessidade de atravessar uma barreira de fogo, molhar todo o corpo, roupas, sapatos e cabelo; proteger a respiração com um lenço molhado junto à boca e o nariz, manter-se sempre o mais próximo do chão, já que é o local com menor concentração de fumaça; sempre que precisar abrir uma porta, verificar se ela não está quente, e mesmo assim só abrir vagarosamente; se ficar preso em algum ambiente, procurar inundar o local com água, sempre se mantendo molhado; não saltar, mesmo que esteja com queimaduras ou intoxicações.

Galeria de Fotos