Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Conselho Gestor discute uso público de Jurubatiba

Dois funcionários da Divisão Ambiental da Guarda Civil Municipal, vinculada à Coordenadoria Especial de Segurança Pública de Quissamã participaram na tarde de quinta-feira (17), de uma reunião do Conselho Gestor do Parque Nacional de Restinga de Jurubatiba (Parna), na sede do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), em Macaé.
No encontro, que reuniu ainda representantes de Macaé e Carapebus — áreas de abrangência do Parna foram discutidos o uso público (visitação) do parque e a nova formatação do Conselho, que deverá ocorrer em um mês.
O administrador do parque, Marcelo Pessanha lembrou a importância da Unidade de Conservação (UC). “Ele abrange os municípios de Macaé (1%), Carapebus (34%) e Quissamã (65%), estendendo-se por uma área de aproximadamente 60 km de comprimento por 10 km de largura em planícies arenosas”, disse.
Participaram ainda da reunião, representantes das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Coordenadoria da Defesa Civil e Grupo de Artesanato, além do vereador José Borba.
O Parque — Uma das unidades brasileiras de conservação mais estudadas por pesquisadores, o Parna investe no turismo ecológico como importante ferramenta de Educação Ambiental, possibilitando que os visitantes conheçam e respeitem um dos mais ameaçados ecossistemas do país. Criado em 29 de abril de 1998 e com 14.922,39 hectares, 44 Km de costa e 18 lagoas costeiras, o Parque Nacional de Jurubatiba representa o trecho de restinga melhor conservado da costa fluminense.

Galeria de Fotos