Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Bolsas de estudo na pauta de reunião com universitários

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, participou no fim da tarde desta sexta-feira (27) de reunião com universitários da cidade, no auditório da sede do Executivo. Na pauta, a situação das bolsas de estudo, que estão sem pagamento há dois anos. A dívida soma R$ 4,1 milhões, incluindo o transporte dos alunos.
Fátima detalhou a atual situação financeira do município e destacou a necessidade de ações pontuais para vencer a crise. “Houve uma queda acentuada na arrecadação em função da queda do valor do petróleo no mercado internacional, mas o município, ao longo dos anos, não fez a sua parte. Não houve planejamento com objetivo de diminuir a dependência dos royalties. Muito dinheiro foi jogado no ralo e hoje o quissamaense sente na pele esse descaso. Em 2014, por exemplo, a receita com royalties foi de R$ 102 milhões. Para 2017, a previsão é de R$ 42 milhões. Temos que trabalhar com essa nova realidade, estabelecendo prioridades”, ressaltou.
A prefeita disse que setores essenciais como Educação merecem atenção especial. “Não programamos eventos para o verão por sabermos que os esforços, nesse momento, devem ser concentrados em questões como essa, envolvendo as bolsas de estudo. O ano letivo está perto do início e os estudantes de nível superior enfrentam essa situação angustiante. Não há como resolver todos os casos de uma só vez, mas ninguém ficará sem resposta. Já iniciamos conversa com as universidades e as primeiras alternativas começam a surgir”, completou.
Na reunião, os universitários da Estácio receberam um formulário a ser preenchido e devolvido até segunda-feira (30) no setor de Bolsas de Estudo, no prédio da Prefeitura, que deve ser procurado por quem não compareceu ao encontro. “No início da semana, visitei a Candido Mendes, Uniflu e a Estacio, em Campos, com intuito de discutir uma forma de resolver o impasse gerado com as dívidas de gestões passadas. Na Estácio, encontramos um quadro mais complexo, daí a importância desse formulário para um diagnóstico mais eficaz da situação de cada aluno”, alertou o secretário municipal de Educação, Robisson Serra.
Participaram ainda do encontro os secretários de Fazenda, Leilson Lyra; de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso; o subsecretário de Educação, Ailson Barreto, a assessora administrativa Amanda Fragoso, o gestor orçamentário William de Oliveira e o diretor do departamento de bolsas de estudo Germano Machado.

Galeria de Fotos