Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Bolsa auxílio do Serviço de Convivência da Juventude será retomada

A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, se reuniu na tarde desta terça-feira (28), no anfiteatro municipal, com cerca de 100 jovens, entre 15 e 17 anos dos dois polos (sede e Barra do Furado) do Serviço de Convivência da Juventude, desenvolvido pela secretaria municipal de Assistência Social. No encontro, que contou com as presenças da secretária da pasta, Tânia Regina Magalhães, e do Coordenador Especial de Segurança Pública, Janderson Chagas, foi discutida a volta do pagamento da bolsa auxílio, que sofreu interrupção no governo anterior e anunciada a criação da Guarda Mirim.
Os inscritos no Serviço recebiam meio salário mínimo anteriormente, e a proposta apresentada e aceita pelos pais dos jovens, de R$ 100 mensais, vai vigorar a partir de 18 de abril, quando será divulgado o calendário de pagamento.
— A redução do valor se deve à atual crise econômica do país, e que vem atingindo os municípios. A nossa realidade permite que o serviço seja mantido com o valor que podemos pagar todo o mês — explicou Tânia Regina, acrescentando que os jovens que estudam em escola regular e recebem a bolsa auxílio, participam de atividades e serviços sociais com orientação de psicólogos e oficinas lúdicas. “A finalidade é inserir a juventude em atividades para que não permaneça na rua”, ressaltou.
A prefeita Fátima Pacheco destacou que uma das prioridades do seu governo é investir no jovem. “O nosso maior desafio é oferecer trabalho para todos. Precisamos de alternativas para que a juventude não fique vulnerável. Vamos promover cursos de qualificação com o Senai para o ingresso no mercado de trabalho, e também escolinhas em diversas modalidades para incentivar a prática esportiva”, disse.
GUARDA — Quissamã vai contar com uma Guarda Mirim, em breve. De acordo com o projeto de lei que será encaminhado à Câmara de Vereadores, inicialmente será formada uma turma de 50 jovens. Eles vão atuar em dois turnos com a Guarda Civil na orientação do trânsito, como travessias em pontos de maior movimentação de veículos. “Antes, os inscritos passarão por uma capacitação, como teste físico e noções de ética e cidadania”, adiantou o coordenador especial de Segurança Pública, Janderson Chagas.

Galeria de Fotos