Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Assistência Social realiza ação no dia de luta contra exploração infantil

Na manhã de quinta-feira (18) a Praça Brigadeiro José Caetano foi palco de atividades para crianças e adolescentes, com mesas de totó e tamanca, música e dança e também com um trabalho de conscientização, com distribuição de panfletos e cartilhas aos presentes. Tudo isso como forma de chamar atenção da comunidade para Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. E, na parte da tarde, uma passeata, que teve início no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS I, no Sítio Quissamã, em direção à praça, reuniu todos os participantes do serviço de Convivência da Juventude, equipe da secretaria e do Conselho Tutelar.
Segundo a secretária de Assistência, Tânia Magalhães, é preciso conscientizar para poder combater essa situação, que é um crime que ainda acontece na sociedade e que, em Quissamã, não é diferente. “É preciso esse chamado, que é um alerta para a nossa sociedade”.
A conselheira do Conselho Tutelar, Juliana Araújo, falou da ocorrência de violência e da não denúncia que ocorre, principalmente, quando existe um parente envolvido. “Muitas vezes as pessoas têm medo de fazer a denúncia e ter problemas. Isso não acontece, porque existe sigilo garantido e elas estão protegidas por ele. Mesmo quando a família não denuncia, é preciso que os profissionais envolvidos com essas crianças e adolescentes estejam atentos, que tenham um olhar que lhes permita enxergar que algo não está bem e façam as notificações compulsórias, que nos permite agir. É essa parceria com a rede municipal que nos permite realizar nosso trabalho que é, após a denúncia, conversar com a família, encaminhar a criança para a rede e encaminhar para registro de ocorrência”.
Onde denunciar – Em Quissamã, para denunciar qualquer forma de abuso ou exploração sexual contra crianças e adolescentes, é possível entrar em contato, de forma anônima, pelos seguintes contatos: Conselho Tutelar – (22) 2768-1698; Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS – (22) 2768-1565; Delegacia Civil – (22) 2768-1957; Polícia Militar – 190. E ainda por meio de discagem direta, gratuita e anônima para o número 100.

Galeria de Fotos