Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Assistência realiza culminância de atividades das oficinas

A secretaria de Assistência Social de Quissamã encerrou na tarde desta terça-feira (19), com uma culminância na área de estacionamento da Prefeitura, as oficinas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), realizadas este ano, como preconiza o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF). Acompanhada da secretária da pasta, Tânia Magalhães, a prefeita Fátima Pacheco participou do evento e agradeceu o empenho das equipes do CRAS e dos participantes.
Os assistidos pelos programas sociais do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) apresentaram trabalhos manuais em três tendas e, em seguida, assistiram apresentações de dança sênior (idosos), teatro, dança, capoeira e desfile.
Na tenda do SCFV, cerca de 40 jovens entre 15 e 17 anos, alunos do professor de artes plásticas John Kennedy Paula mostraram trabalhos de serigrafia, aerografia, prego com linha e linha com vareta de bambu. Eles tiveram duas horas de aula, em média, por semana.
Já o CRAS apresentou trabalhos de bijuteria em pedras. O curso ministrado pela microempreendedora individual (MEI) Christiane Ferreira da Silva e Beatriz Ferreira foi realizado de terça a sexta-feira, com seis horas diárias, para 65 alunos, a partir de quatro anos de idade. “O curso é muito bom, porque nos dá a oportunidade de aumentar a nossa renda familiar”, disse Rosângela de França, 54 anos.
Em outra tenda, o CRAS mostrou os trabalhos da Evarte, como flores, pintura de tecidos, bico de crochê, papel com glittering, garrafas e sabonetes confeccionados por cerca de 20 jovens, a partir de 18 anos, alunas da professora Maria Helena Paiva, que receberam aulas às quintas-feiras, em dois horários (manhã e tarde). “O idoso aproveita o lazer para aprender um pouco mais. O programa é muito importante para a terceira idade”, disse Nelidiana Almeida, 79 anos.
A secretária de Assistência Social, Tânia Magalhães, lembrou os desafios enfrentados por uma gestão nova. “A nossa coordenação entendeu o quanto era preciso se doar. O meu agradecimento a todos que estão dentro de um CRAS, porque é muito mais que trabalhar: é acolher, ter um dinamismo no dia a dia, para transformar vidas. Estamos orgulhosos do trabalho que foi feito”, ressaltou.
A prefeita Fátima Pacheco, que é assistente social de carreira, destacou que o trabalho é por todas as categorias, a saúde, a educação, o esporte, mais a assistência é especial. “Foi um ano difícil para o município com dívidas, sucateamento, programas sociais atrasados e com menos orçamento, mas foi de muitas conquistas porque os funcionários trabalham muito. Acredito que teremos dias melhores já no próximo ano”, comentou.

Galeria de Fotos