Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Agricultura avalia ações do primeiro mês de governo

Para facilitar o atendimento dos produtores e disciplinar as ações da secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca de Quissamã, o município ganhou seis microbacias, com abrangência de todas as localidades. Entre os serviços implantados no primeiro mês do atual governo, estão ainda preparo do solo e plantio em 22 propriedades com cessão de patrulha agrícola, limpeza de bebedouros de animais e assistência veterinária, como pequenos curativos, além de recuperação de 12 estradas vicinais para escoamento da produção.
De acordo com o engenheiro agrônomo Ney Aleixo, as microbacias envolvem 40 localidades: A de Brejo da Piedade (Brejo da Piedade, Brejo do Arrozal, Lagoa do Agrião, São José, Santa Francisca, parte da Penha, Alto Grande, Canto de Santo Antônio, Morrinhos e Ponte Grande); Morro Alto (Morro Alto, Conde de Araruama, Pindobas, Barro Vermelho, São Manoel, Monte Belo, Trindade e Sacarrão); Santa Catarina (Boa Vista, Mutum, Floresta, Melo, Vista Alegre, Bonfim, Machadinha e Santa Luzia); Lagoa Feia (Bacurau, Farinha Seca, Beira de Lagoa, Farinha Seca e Capivari); Machado (Machado, Pontal, Visgueiro, Capão de Clara e Estivinha) e Barra do Furado (Barra do Furado, São Miguel do Furado, Flexeiras e Divisa do Pontal com Machado).
As estradas vicinais que receberam patrolamento para melhorar o escoamento da produção foram: Meio, Morrinhos, Santa Rita, Visgueiro, Canto de Santo Antônio, Melo, Mutum, Boa Vista, Santa Luzia, Machado, Bacurau, São Miguel da Mata e Godá a Morro Alto. A estrada de Imbaíba recebeu 400 metros de frisado em seus 50 km. No Machado, por exemplo, o trabalho foi acompanhado pela prefeita Fátima Pacheco e pelo vice e secretário de Obras Marcelo Batista.
Os serviços executados pela patrulha agrícola atenderam produtores de Pindobas, Fazenda do Melo, Canto de Santo Antônio, Morro Alto, São Miguel, Sacarrão, Penha, Onça, Palmeiras, Flexeiras e Capivari, que cultivam feijão, capim, aipim, maracujá e quiabo.
O subsecretário municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, João Carlos Pinto, o João de Nilo, destacou que outra ação foi reordenar as visitas técnicas as propriedades. “Hoje, o técnico vai até a propriedade, após a visita do produtor a secretaria, para verificar o serviço que será feito, conhecendo o trabalho que será executado. De acordo com o número de ações a serem desenvolvidas, o maquinário pode permanecer na propriedade até a conclusão do trabalho”, explicou.
Reunião – A prefeita Fátima Pacheco se reúne com os produtores rurais nesta quarta-feira (1º), às 18h, no auditório da Prefeitura. A finalidade principal é a aproximação do atual governo com a classe, quando serão apontadas sugestões e propostas para o desenvolvimento da cadeia produtiva.

Galeria de Fotos