Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Vacinação contra febre amarela mobiliza equipes em seis locais

Cinco Unidades de Saúde da Família e o Centro de Especialidades participaram, neste sábado (23), do dia de vacinação contra a febre amarela, em Quissamã. A campanha envolveu os bairros de Alto Grande, Santa Catarina, Morro Alto, Machadinha e Barra do Furado, além do Centro, das 8h às 12h. O público-alvo foram pessoas entre 9 meses e 59 anos, que ainda não tinham sido imunizadas.
A iniciativa foi elogiada por quem procurou o serviço. “Na campanha do ano passado, estava trabalhando fora e acabei não procurando a vacina. Hoje tive a chance de colocar tudo em dia e aproveitei para trazer minha filha de dois anos, que também recebeu a dose. O funcionamento aos sábados facilita a vida de quem tem dificuldade de procurar uma unidade da rede, de segunda a sexta-feira”, frisou Róbson da Silva, 29 anos, morador de Caxias, que buscou atendimento no Centro de Especialidades.
A dose é contraindicada para gestantes, mulheres que estão amamentando, crianças menores de 9 meses, pessoas com 60 anos ou mais, pacientes em tratamento de câncer e pessoas imunodeprimidas ou com doença inflamatória crônica. Os idosos devem passar por uma avaliação médica para verificar se o benefício da vacina é maior do que o risco dos efeitos colaterais e só poderão ser imunizados mediante autorização. Uma única dose é suficiente para a proteção pelo resto da vida.
A febre amarela é considerada uma doença infecciosa causada por um vírus e transmitida pela picada do mosquito Hemagogus (no meio silvestre) e do Aedes aegypti (no meio urbano) – o mesmo que transmite a dengue, zika e chikungunya. Não existe transmissão de pessoa para pessoa. Os principais sintomas da doença são dor muscular, náuseas e vômitos, perda de apetite, fraqueza, dor de cabeça e febre.

Galeria de Fotos