Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

IPMQ

Vacinação contra Aftosa atinge meta com empenho do criador

Noventa por cento do rebanho bovino de Quissamã, hoje estimado em 41.746 animais, foram vacinados durante a Campanha Nacional Contra a Febre Aftosa. Nessa primeira etapa, realizada em maio último, o Posto Municipal de Defesa Agropecuária do Estado comemora o percentual de 11% de aumento, ou seja, de 37.571 cabeças em relação ao alcançado no mesmo período de 2016, que registrou 79%. O crescimento do índice de cobertura vacinal se deve ao empenho do criador, com a intensa divulgação feita pelo Município.
— O índice de imunização pode ser considerado satisfatório. O criador está se tornando cada vez mais consciente de que a responsabilidade pelo cuidado com o gado é sua — destacou o técnico em agropecuária, Miguel Ângelo Leite.
Segundo ele, os dados serão fechados até o dia 30 deste mês. “O próximo passo é notificar os criadores inadimplentes para que comprovem junto ao Posto, a vacinação do gado com a presença de um técnico credenciado. Ele pagará uma multa de R$ 4,50 por cabeça”, adiantou, lembrando que mesmo com a imunização, o produtor não poderá comercializar o animal nem seus subprodutos, como carne e leite.
Miguel Ângelo ressalta que o produtor poderá procurar o Posto Municipal de Defesa Agropecuária Estadual, que funciona no Parque de Exposições, de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h30, e das 13h30 às 17h, e na sexta, das 8h às 12h, para apresentar o comprovante de vacinação.
A segunda etapa da Campanha Nacional Contra a Febre Aftosa vai ocorrer de 1º a 30 de novembro, quando deverá ser vacinado o gado de zero a 24 meses.
Brucelose – O Posto lembra que os proprietários de fêmeas, de 3 a 8 meses de idade, devem apresentar no posto o comprovante de vacina contra a Brucelose, emitido pelo veterinário. A imunização é uma exigência para que o animal esteja em dia com as obrigações sanitárias.

Galeria de Fotos