Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Simulado de acidente reúne estudantes na Semana do Trânsito

Na Semana Nacional do Trânsito, um simulado de acidente foi realizado na tarde desta quarta-feira (19) na Avenida Barão de Vila Franca, em frente a Prefeitura de Quissamã, envolvendo um pedestre e um carro de passeio. O exercício foi organizado por alunos da Escola Municipal Professora Maria Ilka de Queirós e Almeida, do bairro de Santa Catarina, em parceria com o Grupamento de Ronda Escolar da Guarda Municipal, com apoio da secretaria de Saúde.
Na simulação, um jovem distraído atravessa a pista sem olhar, usando fones de ouvido conectados ao celular, e mesmo o motorista tendo buzinado para alertá-lo, ele não ouve e acaba sendo atropelado. O cidadão sofre escoriações múltiplas e fratura exposta na perna direita. Na sequência, chega ao local uma viatura da Guarda Municipal, que delimita e sinaliza o local, permitindo a entrada de uma ambulância, cuja equipe avalia a situação, imobiliza o acidentado e o transporta ao hospital.
“Este simulado faz parte da programação da Semana do Trânsito e atende a um pedido da equipe da Escola Maria Ilka para realizá-lo na área central da cidade, para que pudesse atingir mais pessoas, mostrando como acontece esse tipo de acidente”, explicou o guarda municipal Luis Felipe Teixeira Fidélis, que fez o “papel” do atropelado. Um novo exercício ocorrerá nesta quinta-feira (20), às 9h, na Rua Edval Barcelos, nas imediações do Ciep, em Caxias.
Segundo a professora e coordenadora do Projeto Arteris na Escola Maria Ilka, Rogéria Ferreira, são desenvolvidas atividades e projetos e, dentre esses, o ‘Cidadão consciente não sofre acidente’, que tem algumas etapas, como a Blitz Pedagógica, também desenvolvida durante a tarde nas ruas centrais, com distribuição de multa pedagógica específica para carros, motociclistas, ciclistas e pedestres.
“Fizemos esse simulado na nossa comunidade, mas os alunos queriam atingir um número maior de pessoas e, por isso, a ideia de fazermos aqui no Centro. Isso para mostrar, principalmente aos jovens, a necessidade de estar sempre atento, o que nem sempre acontece quando estão com fones de ouvido ou distraídos com o celular”, alertou Rogéria.

Galeria de Fotos

Seu Cadastro foi enviado com sucesso e será analisado por nossa equipe.