Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Quissamã Surf Classic 2022: quatro dias de muito esporte em Barra do Furado 

Neste domingo (10), foi realizada a grande final da 4ª etapa do Quissamã Surf Classic 2022 em seis categorias: open local, open aberta, grand-kahuna, kahuna, grand-master e master. O evento, promovido pela Prefeitura de Quissamã, por meio da secretaria de Esporte e Lazer, foi um sucesso em todos os sentidos. A cidade recebeu turistas de diversos lugares do Brasil, as pousadas ficaram lotadas, os restaurantes tiveram uma procura muito maior que o normal, com isso, aquecendo a economia local, além das crianças que treinam na escolinha de Barra do Furado, terem tido a oportunidade conhecer de perto, surfistas renomados mundialmente.

Até chegarem à final, as categorias master e grand-master passaram pela fase 1, tendo três baterias cada, depois, veio a semifinal com duas baterias para kahuna, master e grand-master. O atleta Rodolfo Damasceno, competiu a final na Open local com mais três atletas. Ele começou melhor na bateria, mas não conseguiu se manter na frente. Wellington Manhães, conhecido como Russo foi o campeão, seguido por Vinícius Nascimento, já em terceiro lugar, ficou o Rodolfo e o Higor, em quarto. A torcida do Wellington fez muita festa.

“Eu sou de Quissamã, nascido e criado aqui. Como surfista local, conheço bem as ondas, mas os meus oponentes também e por não estar com um ritmo forte de treino, estava meio receoso, mas com uma grande expectativa, que foi superada positivamente”, declarou Wellington.

Já o professor da escolinha de surf, Bráulio Poses, ofertada pela secretaria de Esporte e Juventude, correu a final da Open com
Marcelo Bispo, do Rio de Janeiro, Deyvison Ferreira de São João da Barra e o Daniel Lessa. O primeiro lugar ficou com o Marcelo Bispo. Não deu para o professor, mas ele conquistou o terceiro lugar e valeu o esforço. Deyvison ficou em segundo e o Daniel em quarto.

Da categoria grand-kahuna, fizeram parte os surfistas Daniel Lessa, que dominou a maior parte da bateria, foi o campeão, mas levou um susto quando o cação, Rogério Rangel, pegou uma boa onda e saiu do quarto, para o segundo lugar. Héctor Corrêa, ficou em terceiro e em quarto, Raul Lins e Silva.

Na kahura, competiram o macaense Cristiano Silva, líder da bateria e grande campeão, em segundo lugar o Alan Toledo, de Cabo Frio, Fernandinho do Leme em terceiro e Fabiano Passos, em quarto. A final da grand-master foi entre Erik Petric que ficou em quarto, Cristiano Silva, o mosquito, em terceiro, Giovan Silva, em segundo e o grande campeão, Marcelo Bispo que levou mais um troféu para casa.

A competição da categoria master, foi entre  os atletas Cristiano Silva, que foi o campeão da kahuna, correu a grana-master e master, se superando ao competir em categorias seguidas. Marcelo Bispo, correu as duas últimas e levou a grand-master, Cláudio Freitas de Quissamã e Deyvison Ferreira. Nessa categoria, o campeão foi mais uma vez, Marcelo Bispo. Em segundo ficou o Deyvison e em terceiro, o Cristiano. Cláudio Freitas foi punido por interferência.

Marcelo Batista, vice-prefeito, Isis Chagas, secretaria de Esporte e Juventude e Cássio Reis, vereador, compareceram ao evento para prestigiar os atletas. Marcelo falou sobre a relevância desse tipo de evento. “É um prazer estarmos aqui promovendo mais uma etapa desse evento. Realizações como esta, gera para Barra do Furado, desenvolvimento, pois atrai turistas e leva o nome do lugar para fora. Queria agradecer também a organização do evento, ao Paulo Parente, as secretaria de saúde, esporte e comunicação, que nos ajudam a mostrar todo o potencial que Barra do Furado tem em recepcionar os atletas, seus parentes, amigos. Queremos apresentar cada vez mais o potencial que a comunidade tem no surf e a cidade em vários outros esportes, assim como na cultura, no lazer, na culinária, entre outros”, finalizou Marcelo.

Galeria de Fotos