Rua Conde de Araruama, 425 – Centro Quissamã – RJ – Cep: 28.735-000

Tempo Agora

Secretarias

Nota Fiscal

Transparência

Diário Oficial

Serviços

Ouvidoria e E-sic

Quissamã inicia pagamento do Programa de Auxílio ao Microempreendedor Individual (MEI) e Microempresas

A Prefeitura de Quissamã iniciou, nesta sexta-feira (28), o pagamento do Programa de Auxílio ao Microempreendedor Individual (MEI) e Microempresas. A iniciativa atende o setor que não pôde trabalhar por causa das medidas restritivas de enfrentamento à Covid-19 neste ano. Nesta manhã, a prefeita Fátima Pacheco recebeu Vágner Donato de Araújo, o Kiko, e Cláudio de Souza e Délia Machado de Souza, que representaram os profissionais que irão receber o auxílio. Com recursos municipais, são cerca de 60 beneficiados.
O valor será dividido por categorias. Para quem ficou dez dias com as atividades suspensas, será liberado R$ 800 para MEI e R$ 2 mil para microempresa. Já os profissionais cuja suspensão das atividades foi superior a este período, serão disponibilizados R$1.360,00 para MEIs e R$ 3,4 mil para Microempresa. O Programa visa diminuir os impactos decorrentes das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus no município.
“É muito gratificante fazer o pagamento desse benefício, pois o comércio é responsável pela geração de muitos empregos em nossa cidade. Hoje, recebemos a visita do Kiko, da Délia e do Cláudio, que representam os trabalhadores desse setor. Realizamos um trabalho muito minucioso para realizar o pagamento, oferecendo um auxílio durante a pandemia. Desde o início deste período, Quissamã não deixou de investir na Saúde, mas também tivemos cuidado com a economia pois sabemos da importância para o sustento da nossa população.”, disse a prefeita Fátima Pacheco, que estava acompanhada do secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Arnaldo Mattoso, e da secretária de Fazenda, Simone Moreira, e a diretora da Casa do Empreendedor, Renata Cavalcante.
Com mais de 20 anos trabalhando no comércio de Quissamã, Kiko acredita que o benefício será importante para auxiliar o setor, que ainda enfrenta os impactos da pandemia da Covid-19. “Acreditamos que o programa é muito importante para auxiliar os MEIs e as Microempresas neste momento de pandemia. Uma grande ajuda para os trabalhadores”, conta Kiko, que recentemente teve Covid.
Délia Machado de Souza, que tem 38 anos de experiência no comércio da cidade, compartilha a esperança por dias melhores após o fim da pandemia. Recentemente, a comerciante também foi diagnosticada com a Covid. “Vivemos um momento difícil com a pandemia, mas seguimos trabalhando, acreditando que isso vai passar o mais rápido possível”, disse a comerciante.

Galeria de Fotos